Exportações brasileiras para os países árabes cresceram 10,33% no primeiro quadrimestre de 2023

A Câmara de Comércio Árabe Brasileira (ABCC) registrou aumento de 10,33% nas exportações brasileiras para os países árabes no primeiro quadrimestre de 2023. O valor das exportações chegou a US$ 5,696 bilhões, ante US$ 5,162 bilhões no mesmo período de 2022.

O comércio entre o Brasil e o mundo árabe cresceu significativamente nos últimos quatro meses. O aumento das exportações reflete o aumento contínuo da demanda por produtos brasileiros nos países árabes, apesar dos desafios impostos pelas tensões econômicas globais. O primeiro destino das exportações brasileiras nesse período foram os Emirados Árabes Unidos, seguidos pela Arábia Saudita, Egito, Kuwait e Iraque. Os principais produtos exportados do Brasil para o mundo árabe foram açúcar, frango, carne bovina, milho e soja.

Segundo a ABCC, as exportações de carne bovina do Brasil para os países árabes somaram US$ 356,06 milhões, com destaque para o Egito, com US$ 115,59 milhões. Enquanto as exportações para os Emirados Árabes Unidos somaram US$ 84,29 milhões, seguidas pela Arábia Saudita com US$ 83,43 milhões, Kuwait com US$ 4,7 milhões e Catar com US$ 5,43 milhões. As exportações brasileiras de carne de frango para o mundo árabe de janeiro a abril de 2023 somaram US$ 1,056 bilhão. O maior país árabe exportador de carne de frango brasileira foi a Arábia Saudita com 275,76 milhões de dólares, seguida pelos Emirados Árabes Unidos com 255,15 milhões de dólares, Kuwait com 65,42 milhões de dólares, Catar com 41,03 milhões de dólares e Egito com 66,04 milhões de dólares. Os países árabes foram um dos principais mercados para as empresas brasileiras, sendo produtos agrícolas como soja, milho, aves e carne bovina os mais exportados.

Osmar Shehfi, presidente da ABCC, disse: “Estamos muito satisfeitos por termos desempenhado um papel importante para facilitar o crescimento das exportações para os países árabes, o que indica a possibilidade de estreitar as relações comerciais e de investimentos entre o Brasil e o mundo árabe. Nosso objetivo sempre foi aumentar as oportunidades de negócios e investimentos por meio de nossas diversas iniciativas e programas. Conseguimos oferecer às empresas brasileiras informações vitais sobre o mercado, oportunidades de networking e ajuda na promoção comercial para que elas possam aumentar sua presença nos países árabes. O atual crescimento a que assistimos é resultado desses esforços aliados à forte demanda por produtos brasileiros. Estamos empenhados em fortalecer as relações comerciais entre o Brasil e o mundo árabe, pois vemos um enorme potencial não realizado nesta relação. Faremos de tudo para apoiar as empresas brasileiras a enfrentar os desafios de atuar no mercado árabe.”

Além disso, as importações brasileiras dos países árabes somaram US$ 3,521 bilhões no período. Segundo a ABCC, as exportações da Arábia Saudita para o Brasil somaram US$ 1,036 bilhão, seguidas dos Emirados Árabes Unidos com US$ 441 milhões, Catar com US$ 235 milhões, Egito com US$ 125 milhões e Kuwait com US$ 89 milhões.

A ABCC desempenha um papel importante no estreitamento das relações entre o Brasil e os países árabes, promovendo comércio e investimentos e promovendo o intercâmbio cultural e educacional entre as duas regiões. O atual aumento das exportações é resultado do relacionamento de longa data entre as duas regiões, e essa tendência deve continuar nos próximos anos.

-Eu terminei-

Para mais informações por favor entre em contato:
Orient Planet Group (OPG)
E-mail: [email protected]
local na rede Internet: www.orientplanet.com

READ  Atualização diária 16 de outubro de 2023

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *