Esquema para fornecer soluções de hidrogénio a Portugal preocupa

As ações da Chart Industries, Inc. subiram. (NYSE: GTLS) na terça-feira, quando o fornecedor de soluções de energia limpa e gás industrial com sede em Atlanta foi selecionado para fornecer as soluções avançadas de compressão de hidrogénio da Howden para apoiar a expansão de 657 milhões de euros do negócio industrial de Sines da Repsol. Complexo em Portugal.

O projecto de expansão da Repsol nas suas instalações de Sense é um passo estratégico para a produção de materiais 100% recicláveis ​​e de alto valor a partir de duas novas fábricas de polipropileno e polietileno. Esta central utilizará hidrogénio electrolítico verde movido a energia solar, em linha com o compromisso da Repsol de avançar com iniciativas de transição energética e alcançar emissões líquidas zero até 2050.

O esquema fornecerá dois compressores de membrana, garantindo o fornecimento confiável e livre de contaminação de hidrogênio de alta pressão ao processo. O projeto Alba, com entrada operacional prevista para 2025, será o maior investimento industrial em Portugal na última década, elevando o Parque Industrial Repsol Sense a um dos mais avançados da Europa.

Gil Evanko, CEO da Chart, afirmou: “Estamos orgulhosos de apoiar a Repsol neste projeto transformador. As nossas soluções de compressão de hidrogénio representam o nosso compromisso com soluções energéticas sustentáveis ​​e eficientes, e esperamos apoiar a visão da Repsol para um futuro mais verde”.

A Chart, nas palavras do comunicado de imprensa desta manhã, “é uma líder global e independente em design, engenharia e fabricação de tecnologias de processo e equipamentos para processamento de partículas líquidas e de gás para o Nexus of Clean™ – energia limpa, água limpa, alimentos limpos e indústrias limpas, independentemente da molécula.

READ  lontras marinhas em portugal - notícias portugal

As ações GTLS subiram US$ 2,42, ou 1,6%, para US$ 153,24.

Histórias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *