Enfrentando o déficit habitacional em Curitiba | Parceria com TETO Brasil

As cidades brasileiras estão enfrentando uma grande crise habitacional com mais de 11 milhões de pessoas morando em favelas. Especificamente, na região de Curitiba, o déficit habitacional chega a 80 mil famílias. Por meio desse projeto, o hub de Curitiba queria lidar com as desigualdades urbanas, trabalhar para reduzir o déficit habitacional e apoiar famílias que viviam em condições urbanas vulneráveis. Para isso, o centro fez parceria com a organização social TETO Brasil como embaixadores da TETO com o objetivo de arrecadar fundos para a construção de 21 casas de emergência para famílias vulneráveis ​​que vivem nas favelas da região de Curitiba.

Sobre “Enfrentando o déficit habitacional em Curitiba”

150 casas de emergência foram construídas em todo o país como resultado desta ação durante o inverno brasileiro em 2019. Global Shapers de Curitiba Hub também participou da construção dessas 21 casas em julho de 2019. Ao participar da construção, o Hub visa ajudar a aumentar a conscientização. Pensamento crítico e sugestivo sobre a redução da pobreza para todos os 200 jovens voluntários. O efeito desejado desta primeira rodada foi aumentar a consciência dos jovens sobre a questão do déficit habitacional, mobilizar a comunidade para arrecadar os fundos necessários (um total de 144.000 Rials, dos quais 19.000 são cobertos pelos procedimentos do Centro de Curitiba) e, o mais importante, fornecer habitação para 21 famílias (cerca de 100 pessoas, a maioria delas crianças e idosos) que enfrentarão o inverno sem uma casa segura.

Resultados e impacto

Captou R $ 19.000,00 para financiar a construção de 21 residências emergenciais na região de Curitiba.

Oferecendo oportunidades de voluntariado para mais de 200 jovens para ajudar durante a construção

– Afetou a vida de mais de 100 pessoas de 21 famílias.

READ  1-Atualização do lucro do segundo trimestre do Banco do Brasil sobe com menores provisões

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *