Economia brasileira oscilou com os detalhes do estímulo no ar

A recuperação econômica do Brasil perdeu fôlego no final do ano passado, disse o banco central na sexta-feira, aumentando a urgência das negociações sobre uma nova rodada de estímulos com o objetivo de reviver a recuperação prejudicada.

A economia contraiu 4,05% em 2020, após expansão de 0,64% em dezembro, de acordo com o índice de atividade do banco, proxy do PIB. Foi o terceiro mês consecutivo de desaceleração do crescimento, embora o número tenha ficado acima da previsão mediana de um aumento de 0,4% dos analistas em uma pesquisa da Bloomberg.

Os dados do banco central reforçam a evidência de que o crescimento da maior economia da América Latina está diminuindo. O boom do estímulo pago desapareceu depois que o governo restaurou os salários em setembro, antes de descartá-los inteiramente no final do ano. Os legisladores agora estão pressionando por mais ajuda, embora as contas financeiras esgotadas limitem a quantidade de dinheiro que eles têm para gastar.

A equipe econômica brasileira não tem margem de manobra no orçamento depois que os bilhões de dólares gastos no ano passado levaram o déficit a um recorde. O senador Alessandro Vieira, líder do partido, disse em entrevista esta semana que ainda há amplo acordo no Congresso sobre a necessidade de uma nova rodada de ajuda financeira e as negociações serão aceleradas nos próximos dias.

Uma série de indicadores recentes mostra a extensão da desaceleração. A agência nacional de estatísticas informou no início desta semana que as vendas no varejo brasileiro registraram a pior queda da história em dezembro, apesar da temporada de compras natalinas.

Além disso, o setor de serviços do país, que já está atrás de outros setores da economia, apresentou queda no mês. Embora a taxa de desemprego tenha diminuído no final do ano passado, ela permanece perto de seu recorde histórico de 14,6%.

READ  Mercados emergentes - o real brasileiro lidera os ganhos do câmbio latino-americano graças às esperanças de estímulo doméstico

A atividade foi contida em parte pelo aumento dos custos de produtos básicos como alimentos e combustível. O banco central indicou que está caminhando para um aumento nas taxas a partir de uma baixa recorde, uma vez que a inflação anual excede a meta, apesar de uma recuperação desigual.

De modo geral, o índice mostrou crescimento da atividade econômica de 1,34% em relação ao ano anterior. O Instituto Nacional de Estatística do Brasil deve publicar os dados oficiais do quarto trimestre e do PIB do ano inteiro em 3 de março. Bloomberg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *