Crítica de “Garoto 23 – Os Garotos Esquecidos do Brasil” – The Hollywood Reporter

Outro capítulo sombrio do nazismo emerge Belisário Documentário de Franca sobre um incidente pouco conhecido do passado do Brasil. Conta a história da escravidão forçada de cinquenta órfãos nas mãos de uma importante família de simpatizantes do nazismo. Garoto 23 – Os Garotos Esquecidos do Brasil É uma visualização fascinante, embora perturbadora.

Resultado final

Uma história verdadeira maravilhosa e perturbadora.

Baseado em pesquisa de um historiador brasileiro, o filme conta como a história finalmente veio à tona quando tijolos decorados com suásticas foram encontrados no interior de São Paulo. Acontece que eles vieram de uma fazenda pertencente a uma família de elite e bem relacionada, como muitos dos brasileiros ricos do país. década de 1930Ele tinha tendências nazistas. Sabemos que o país foi a última nação ocidental a abolir a escravatura, em 1881, e que durante a era nazi abraçou avidamente a eugenia, a pseudociência que defendia a reprodução selectiva como meio de melhorar a raça humana.

O filme é sobre idosos sobreviventes de um grupo de órfãos que são transferidos do orfanato do Rio de Janeiro para a fazenda sob o pretexto de “educação”. Logo se tornaram escravos e eram chamados apenas por números. Eles foram finalmente libertados após o fim da Segunda Guerra Mundial, quando deixados à própria sorte, e muitos deles se voltaram para o crime. O título refere-se Aloísio SILVA: “Nº 23”, que narra suas experiências horríveis de uma forma calma e principalmente sem emoção. Um dos clipes mais comoventes mostra sua revisitação às ruínas do orfanato de onde foi retirado há 80 anos.

READ  O Coração do Brasil - Batalha pela Floresta Tropical - Parte 1 | DocFilm | DW

Usando uma mistura de imagens de arquivo recriações dramáticas ocasionais filmadas em preto e branco e extensas entrevistas com sobreviventes bem como familiares em terceira pessoa Menino 23 Impressionantemente discreto em sua narrativa. O filme evita o melodrama e a teatralidade em favor de uma abordagem imparcial e analítica, ainda mais poderosa por causa de sua contenção.

Produção: giroscópios Interativa, giroscópios produtos, Globo filmes, Globo Notícias
distribuidor: Cinemaflex
saída: Belisário França
Roteiristas: Belisário Franca, Bianca Quaresma
Produtora: Mari Carneiro D Ser
Diretores de Fotografia: Lola SiriMário Franca, Thiago Lima
Editor: Yan Morte
Sem classificação, 80 minutos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *