Caos do lixo no espaço O problema dos espelhos nos oceanos

Houve pedidos de ação para limpar o lixo nos oceanos do mundo, e agora os pesquisadores estão alertando para a necessidade urgente de fazer o mesmo no espaço. Os esforços são mais parecidos do que parecem, tempo relatórios. “Como bióloga marinha, nunca imaginei escrever um artigo espacial”, disse Heather Koldewy, consultora técnica marinha sênior da Zoological Society of London. Mas através desta pesquisa colaborativa [we] identificou muitas semelhanças com os desafios de abordar questões ambientais no oceano.” A equipe de pesquisadores, que publicou uma carta aberta sobre o problema este mês na ciênciasincluindo especialistas em poluição plástica oceânica.

Pesquisadores colocaram um número astronômico para objetos feitos pelo homem flutuando no espaço: 100 trilhões. Além de fragmentos de detritos, esse total inclui satélites ativos e desativados; Até o advento do Sputnik em 1957, tempo Indica que a contagem foi zero. Demorou séculos para os oceanos se tornarem tão turbulentos e apenas décadas para o espaço se transformar em um depósito de lixo flutuante. Agora, o espaço precisa ser limpo. “Os satélites são vitais para a saúde de nosso povo, nossas economias, nossa segurança e da própria Terra”, disse um especialista britânico. Space.com. “No entanto, o uso do espaço para beneficiar as pessoas e o planeta está em risco.”

Limpar o espaço parece um grande empreendimento, mas os cientistas estão colocando seus melhores esforços em esforços que estão progredindo na reparação dos oceanos. A primeira coisa de que precisamos, dizem eles, é um tratado global juridicamente vinculativo. No ano passado, 170 países assinaram um tratado para combater o despejo de plásticos nos oceanos. Os cientistas escreveram que o acordo deveria responsabilizar o governo e os serviços de lançamento espacial comercial pela redução da quantidade de detritos espaciais que eles causam e começar a limpar o que está lá fora agora. Isso deve acontecer rapidamente, diz a carta, “para evitar a repetição dos erros que deixaram o alto mar – e todos que dependem deles – vulneráveis”. (Leia mais histórias sobre lixo espacial.)

READ  SpaceX lança o primeiro estágio do Falcon 9 no 19º vôo recorde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *