Bolsonaro demite Albuquerque do cargo de ministro de Energia e Minas

O ministro brasileiro da Energia, Bento Albuquerque, discursa durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília, Brasil, 11 de agosto de 2021. REUTERS/Adriano Machado

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

BRASÍLIA (Reuters) – O presidente Jair Bolsonaro demitiu Pinto Albuquerque do cargo de ministro de Minas e Energia na manhã desta quarta-feira, de acordo com um anúncio em um jornal oficial, e o funcionário do Ministério da Economia, Adolfo Sachida, o substituirá.

Albuquerque, almirante da Marinha do Brasil, é ministro de Minas e Energia de Bolsonaro desde o primeiro dia de seu governo, em janeiro de 2019.

A medida ocorre depois que Bolsonaro falou sobre Albuquerque na quinta-feira passada durante uma transmissão ao vivo nas redes sociais, enquanto pedia à petroleira estatal Petrobras (PETR4.SA) que não aumentasse os preços dos combustíveis novamente. Consulte Mais informação

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

Mas a Petróleo Brasileiro SA – como a empresa é oficialmente conhecida – anunciou na segunda-feira que aumentou os preços do diesel na refinaria em 8,9% para acompanhar os preços globais do diesel mais altos em meio à oferta global apertada. Consulte Mais informação

O substituto de Albuquerque, Satchida, faz parte do gabinete de Bolsonaro desde janeiro de 2019, quando o ministro da Economia, Paulo Guedes, o nomeou ministro da política econômica – cargo que deixou no início deste ano para se tornar assessor estratégico sênior do ministério.

Satchida disse em um post no Twitter que o novo papel será o maior desafio de sua carreira.

“Agradeço ao presidente Bolsonaro pela confiança, ao ministro Guedes pelo apoio e ao ministro Pinto pelo trabalho pelo Brasil… Com tanto trabalho e dedicação, espero estar à altura deste desafio”, disse.

READ  COP26: O Brasil pode adiar as negociações sobre o clima pelo terceiro ano consecutivo?

Sashida é Ph.D. em Economia pela Universidade de Brasília e já lecionou a matéria na Universidade do Texas-Pan-Americana em Edimburgo, Texas.

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

Reportagem adicional de Lisandra Paraguaso em Brasília, Gabriel Araujo, Stephen Grattan e Leticia Fukushima em São Paulo; Edição por Mark Heinrich e Bernadette Bohm

Nossos critérios: Princípios de Confiança da Thomson Reuters.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.