Máscaras não são mais recomendadas em voos e no aeroporto

A Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) e o Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças (ECDC) informam que, a partir da próxima segunda-feira, deixarão de recomendar máscaras obrigatórias em aeroportos e voos europeus.

Em comunicado conjunto divulgado hoje, sobre as viagens aéreas na União Europeia (UE) no momento do levantamento das restrições relacionadas ao Covid-19, a EASA e o ECDC indicam que “retirarão a recomendação do uso obrigatório de máscaras médicas nos aeroportos e em um voo”, lembrando que uma máscara facial continua sendo uma das melhores proteções contra a transmissão do SARS-CoV-2, especialmente para os mais vulneráveis.

“A atualização do Protocolo Conjunto sobre a Segurança da Saúde da Aviação tem em conta os mais recentes desenvolvimentos da pandemia, nomeadamente os níveis de vacinação, a imunidade naturalmente adquirida e o levantamento de restrições num número crescente de países europeus”, justificam estas agências da UE.

Em causa estão novas recomendações para viagens aéreas na União Europeia sobre o uso de máscaras faciais, que devem entrar em vigor a partir de segunda-feira.

regras diferentes

No entanto, as regras sobre máscaras continuarão a variar de acordo com a companhia aérea após essa data, por isso essas agências europeias apontam que em voos de e para um destino onde o uso de máscaras ainda é necessário no transporte público, devem continuar incentivando o uso de máscaras de acordo com as recomendações.

Os passageiros em risco também devem continuar a usar máscara facial independentemente das regras, defendendo a EASA e o ECDC, especificando que nestes casos deve ser usada uma máscara do tipo FFP2/N95/KN95, “que proporciona um nível de proteção mais elevado do que uma máscara cirúrgica máscara.” Padrão”.

READ  Black Silicon Valley no Brasil pode ser um pólo de inovação na América Latina - TechCrunch

O CEO da EASA, Patrick Key, destaca que “a partir da próxima semana, as máscaras faciais deixarão de ser obrigatórias nas viagens aéreas em todos os casos, amplamente de acordo com os novos requisitos das companhias aéreas e autoridades nacionais em toda a Europa no transporte público”.

“Para passageiros e tripulações, este é um grande passo à frente na normalização das viagens aéreas”, diz Patrick Key, pedindo aos passageiros que ajam “com responsabilidade e respeito pelas escolhas dos outros ao seu redor”.

leis portuguesas

Atualmente, Portugal continental determina que as máscaras devem ser usadas nos transportes públicos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.