A frustração dos finalistas é um sinal de que Mion deve reivindicar o prêmio ‘Fazenda’ – 13/12/2020

Na última semana da fazenda, um pânico terrível desceu sobre a sede do programa. Os pedestres que chegaram à extensão final parecem tristes com a conquista.

Compreensivelmente, eles estavam cansados, mas a proximidade da linha de chegada deveria ter dado gás aos pedestres. É o estado de lentidão que torna ainda mais interessante acompanhar o cotidiano dos eliminados.

No entanto, há uma parte do jogo que não foi desanimada: Marcus Millon. O apresentador conseguiu deixar suas impressões digitais em realidade E conquiste a simpatia do público. Mesmo em meio a erros de produção, interferências externas e frustração por parte dos participantes, Mayon não se deixou no escuro. Durante o programa, ele pintou um novo quadro, “Simanola da Fazendula”.

Com paixão e coração

Sua prontidão e energia em tempos de crise são impressionantes. Como apresentador, Mion é constantemente encarregado das decisões de produção e gerenciamento. Ao longo da temporada, Mayon não ignorou as críticas, mas tentou responder com clareza e respeito ao espectador. Coisa difícil para quem ocupa esse cargo.

Foi um dos momentos maravilhosos de Mayon, quando ela começou a chorar enquanto vivia. O choro estava fora do texto, mas era o que mostrava sua grandeza. Como dizem os peões, ele estava agindo com o coração. A emissora comete erros, presume e lida com os erros honestamente. Algo essencial em um programa como Fazenda.

O último gás

Na madrugada de domingo (13), o apresentador direcionou a última corrida para a fazenda com a participação de todos os pedestres, inclusive os excluídos. Conforme você escreve, ele continua a coordenar, explicar, controlar e mover os participantes.

O apresentador continuou gravando por horas e perdeu um único momento, sem falar na paciência. Ele fez o show ao vivo na noite de sábado (12), ficou horas em transmissão ao vivo no Instagram e passou a gravar no Fazendão. Um verdadeiro teste de resistência.

READ  Crise de saúde no Brasil está obrigando o Santander a recuar

A fazenda Myeon fazia limonada. Nem preciso esperar o fim do programa para dizer que merece um prêmio de R $ 1,5 milhão, mesmo que seja um símbolo.

iframe>

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *