A ajuda de emergência retorna na sexta-feira e as horas extras estão se aproximando

A ajuda de emergência foi paga por meio de depósitos em uma conta de poupança social digital até dezembro. No entanto, o caixa Ela continuará emitindo pagamentos de benefícios pelos próximos seis dias, pois o cronograma de saques indica que os saques ocorrerão até 27 de janeiro.

Esta semana, a ajuda de emergência pode ser retirada na sexta-feira, 22 de janeiro. Os nascidos em outubro receberão o valor em espécie. De acordo com as informações recebidas de Caixa Econômica Federal, Banco responsável pelos pagamentos, foi criado um calendário específico para os funcionários que já receberam benefícios por meio da conta, mas ainda aguardam o recebimento do valor em dinheiro.

O calendário dará acesso aos brasileiros credenciados que aguardam saques em dinheiro dos Ciclos 5 e 6, ou oitava e nona parcelas, respectivamente.

Ajuda de emergência em 2021

Depois de 27 de janeiro, o programa de ajuda emergencial será oficialmente encerrado. Até então, o benefício não havia sido estendido pelo governo federal, embora houvesse diversos projetos para prorrogar o benefício até março de 2021. Além disso, o governo não descartou a devolução do benefício.

Palia Rossi, deputada do MDB-SP e candidata à presidência da Câmara, disse que o ministro da Economia Paulo Guedes poderia propor uma nova prorrogação da ajuda emergencial no início de 2021. A informação é do Estadão. Balia Rossi disse que Guedes e sua equipe deveriam apresentar uma proposta de assistência para que seus pagamentos fiquem dentro do teto de gastos do governo.

Rousey tem defendido a devolução da ajuda emergencial, que acabou pagando em dezembro de 2020. O candidato a prefeito disse que o sinal para a devolução da ajuda havia sido dado por Arthur Lyra, deputado do PP-AL e rival na disputa. Ele explicou: “Quando Lira vem e copia o que você disse, não acho que ele fez isso sem uma ordem do palácio.”

READ  Zé bate rápido, Corinthians vence transferência de Goiás no ringue - 21/12/2020

Na última segunda-feira (18), Lyra afirmou que o auxílio poderia ser novamente prorrogado, por um período de um ou dois meses. Mas para que isso aconteça, disse ele, o teto de gastos deve ser respeitado. Lyra também defendeu a criação de um novo programa social, com ajuda de emergência como uma transição.

Palia Rossi já havia defendido a extensão da ajuda emergencial, mas agora ajustou sua retórica para focar na importância da responsabilidade fiscal. Mas Pali acredita que a ajuda não pode ser estendida sem alterar as despesas.

“Até o meu rival começou a falar agora, antes de me criticar e agora está começando a repetir o que eu disse, diante desse momento em que estamos, é preciso buscar algum tipo de financiamento para ajudar”, disse Palia Rossi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *