Veste relatou um declínio de 2,7 por cento na receita do primeiro trimestre

A Veste, empresa que atua no setor de roupas e acessórios de luxo no Brasil, registrou receita total de R$ 312,6 milhões no primeiro trimestre, uma queda de 2,7%.

O lucro total ajustado da empresa foi de R$ 158,2 milhões, queda de 6,8%, com margem bruta ajustada de 62,9%, queda de 1,1 ponto percentual. O EBITDA ajustado no primeiro trimestre foi de R$ 44,4 milhões, queda de 6,8% com margem bruta ajustada. 17,7 por cento, queda de 0,3 pontos percentuais. Enquanto o lucro líquido ajustado foi de 0,4 milhão de riais brasileiros.

Destaques dos resultados do primeiro trimestre da Veste

A receita do canal B2C neste trimestre foi de R$ 230,4 milhões, um aumento de 2,4%, enquanto o crescimento das vendas mesmas lojas no período atingiu 6,9%, informou a empresa em comunicado. A empresa encerrou o trimestre com 175 lojas, sendo 167 lojas monomarca com preço integral e oito lojas outlet.

As vendas digitais B2C da Restoque atingiram R$ 53,2 milhões, um aumento de 9,8%, enquanto as vendas digitais atingiram R$ 86,3 milhões, um aumento de 24,1% em relação ao primeiro trimestre de 2023.

O canal B2B encerrou o trimestre com receita total de R$ 62,5 milhões, queda de 23,2%, enquanto o canal outlet, operando sob a bandeira Estoque, registrou receita total de R$ 19,8 milhões, aumento de 32%.

Vest relata um declínio nas vendas de John John

Em termos de marca, a Le Lis gerou receita total de R$ 151,5 milhões, um aumento de 4,2%, com crescimento de vendas nas mesmas lojas de 4,8% no período. A Dudalina registrou receita total de R$ 53,6 milhões, uma ligeira queda de 0,5% em relação ao mesmo trimestre do ano passado.

READ  HCL Technologies pretende dobrar negócios de semicondutores em 4 anos

A empresa acrescentou que o faturamento da John John no período foi de R$ 41,4 milhões, e diminuiu 32,4% devido ao canal B2B. A Bo.Bo registrou receita total de R$ 30,9 milhões no trimestre, um aumento de 8,7%, enquanto o crescimento das vendas mesmas lojas foi de 14,1%.

A marca única registrou receita total de R$ 16,3 milhões, queda de 3,9% em relação ao primeiro trimestre de 2023.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *