Um novo estudo sobre a importância de reviver as nascentes para a água voltar

Seja através de secas ou inundações, a mudança climática muitas vezes se expressa de forma mais clara através da água, e esses impactos devem aumentar nos próximos anos. A boa notícia é que investir na natureza oferece um caminho claro para proteger e restaurar os sistemas de água doce nos quais eles dependem Natureza e pessoas.

Entre as contribuições da TNC Brasil para o diálogo está o estudo publicado na Revista Científica Água – Lançado durante a conferência do Dia Mundial da Água em 22 de março – intitulado “The Invisible Reservoir”, que analisou o impacto de soluções baseadas na natureza (NbS), como restaurar a disponibilidade de água e adaptação ao clima. Três cenários diferentes foram analisados, e os resultados foram semelhantes e consistentes em todos eles.

Segundo o especialista em políticas públicas de água da TNC Brasil e coordenador do estudo, Claudio Clemes, eles analisaram as características biofísicas da Cantarera nos últimos 30 anos. Eles concluíram que o sistema Cantarera economizará mais água se as necessárias intervenções de infraestrutura verde ocorrerem.

Em um cenário ideal com intervenções em pontos críticos das bacias e nascentes que compõem o sistema, o aquífero invisível do Cantara teria contido 33% de água em 2018. Durante a pior seca das últimas duas décadas, em 2014 e 2015 teria atingiram aumento de 130%.

READ  Vendas de camisas da Copa do Mundo ainda não ganharam força

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *