Um alto oficial militar disse que Taiwan não iniciaria uma guerra com a China

O principal oficial militar de Taiwan disse na quinta-feira que Taipei não iniciará uma guerra cinética com ele China Com o aumento das tensões na região depois que Pequim lançou recentemente um número recorde de aeronaves militares em direção à ilha.

Chiu Kuo-cheng disse que Taiwan “nunca começará uma guerra”, de acordo com a Reuters.

A recente agressão da China perto da ilha deixou alguns observadores internacionais se perguntando se Pequim está planejando uma invasão. Poucos pensam que a guerra é iminente, mas a escala dessas surtidas chinesas preocupa muitos, o potencial de erro de cálculo que se estende a um conflito maior e possivelmente envolvendo os EUA, Japão, Reino Unido e Austrália.

A China reivindica Taiwan como sua, e o controle da ilha é um componente-chave do pensamento político e militar de Pequim. O líder Xi Jinping reiterou no fim de semana que “a reunificação da nação deve e certamente será alcançada” – uma meta que se tornou mais realista com as melhorias massivas das Forças Armadas da China nas últimas duas décadas.

Taiwan anunciou recentemente novos investimentos em suas forças armadas. O presidente Tsai Ing-wen disse que o dinheiro se destinava a “demonstrar nossa determinação em nos defender”.

O presidente russo, Vladimir Putin, disse à CNBC na quarta-feira em uma conferência de energia que a China não precisa usar suas forças armadas para atingir seu objetivo em relação a Taiwan.

Obtenha o aplicativo FOX News

“A China é uma economia poderosa e formidável e, em termos de paridade de compras, a China é a economia número um do mundo antes dos Estados Unidos agora”, disse Putin. rede. “Ao aumentar esse potencial econômico, a China é capaz de implementar suas metas nacionais. Não vejo nenhuma ameaça.”

READ  Turcomenistão atribui feriado a formidável raça de cães nacional | Turcomenistão

A Associated Press contribuiu para este relatório

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *