Rio de Janeiro adia shows de carnaval devido a Omicron se espalhar

As celebrações mundialmente famosas do Carnaval ocorrerão no Rio de Janeiro no final de abril, e não no último fim de semana de fevereiro, à medida que o número de casos de coronavírus aumenta no Brasil e a variante ômicron se espalha pelo país.

Um comunicado divulgado sexta-feira disse conjuntamente pelas cidades do Rio e São Paulo, que também adiou o início dos desfiles de carnaval para 21 de abril.

No início da tarde, o prefeito do Rio Eduardo Paes e seu colega de São Paulo Ricardo Nunes realizaram uma videochamada com os secretários de saúde de cada cidade e cada uma das escolas de samba da associação municipal que organizaram o desfile, segundo o comunicado.

Pais anunciou semanas atrás que as festas de rua barulhentas de sua cidade, algumas das quais atraem centenas de milhares de foliões, não continuariam como antes da pandemia, mas sem explicar que forma elas podem assumir.

Ele disse na época, no entanto, que as ofertas das escolas de samba pelo Sambódromo seguiriam conforme o planejado, dada a relativa facilidade com que o status vacinal e os testes negativos de coronavírus poderiam ser verificados na entrada.

O desfile pelo Sambódromo é a principal atração turística do Rio e a peça central da festa pré-Quaresma da cidade. Atrai dezenas de milhares de espectadores nas arquibancadas e dezenas de milhões assistindo de casa.

READ  Um tribunal adverte que os americanos brasileiros podem enfrentar até US $ 8 bilhões em cobranças de dívidas antecipadas após um escândalo contábil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *