Qual é a nova alternativa ao Brasil Covid?

Viajar para o Reino Unido de um grupo de países da América do Sul foi proibido pelo governo depois que um novo tipo de coronavírus foi identificado no Brasil.

Grant Shaps, secretário dos Transportes, disse que está a tomar a “decisão urgente” – que também suspende as chegadas de Portugal “devido aos fortes laços de viagens com o Brasil”.

O substituto foi descoberto pela primeira vez em quatro pessoas que viajaram do estado brasileiro do Amazonas para Tóquio no início deste mês, e é a última forma mutante do Coronavírus a aparecer durante a pandemia.

Cientistas japoneses estão estudando a eficácia das vacinas Covid-19 contra a variante, que compartilha semelhanças com variantes altamente contagiosas identificadas na Grã-Bretanha e na África do Sul, que levaram a um aumento maciço de casos nos dois países.

Depois que Johnson disse que estava “preocupado” com a mudança e prometeu agir, o governo proibiu viagens a 15 países da América do Sul: Argentina, Bolívia, Cabo Verde, Chile, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Guiana, Panamá, Paraguai e Peru, Suriname, Uruguai, Venezuela e o próprio Brasil.

Sir Patrick Vallance, o principal assessor científico do governo, disse que a alternativa brasileira era semelhante à sul-africana, mas negou que pudesse causar um ferimento mais sério.

“O que vemos é que as mutações estão aparecendo pelo mundo e são muito parecidas em termos de mudanças … O Brasil, assim como a África do Sul, tem uma mudança no código genético, na posição 484, e isso muda um pouco a partir do forma da proteína.

No entanto, ele acrescentou, ainda não há evidências da versão britânica que faça diferença em termos de como ela é reconhecida pelo sistema imunológico. “Se você for exposto à antiga variante ou receber uma vacina, parece funcionar bem com esta nova variante no Reino Unido”.

Da mesma forma, o Instituto Nacional de Doenças Infecciosas do Japão (NIID) disse que “atualmente não há evidências de que a nova variante encontrada no Brasil seja altamente contagiosa”.

“Para uma análise mais aprofundada da variável, precisamos isolá-la primeiro”, disse um funcionário do Ministério da Saúde japonês no fim de semana.

“É difícil agora determinar quando podemos publicar os detalhes”, disse ele, acrescentando que o processo pode levar semanas ou meses.

O Ministério da Saúde disse que entre os quatro passageiros que chegaram ao Aeroporto Haneda, em Tóquio, em 2 de janeiro, havia um homem na casa dos 40 anos com dificuldade para respirar e uma mulher na casa dos 30 anos sofrendo de dor de cabeça e garganta inflamada.

Duas crianças também tiveram resultado positivo, uma com febre e a outra sem sintomas.

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, disse na segunda-feira que a agência havia sido alertada no fim de semana sobre a nova variante encontrada no Japão.

Ele disse que as variáveis ​​seriam “muito problemáticas” se lhe fosse permitido sobrecarregar hospitais e serviços de saúde, já sob forte pressão.

N501Y é uma mutação também presente na variante do Reino Unido, chamada VOC-202012/01, que foi associada a uma maior portabilidade do Sars-CoV-2.

A pesquisa mostrou que o E484K pode estar “relacionado ao escape de anticorpos neutralizantes” – o que significa que ele pode escapar de partes da memória de defesa natural do corpo que conferem imunidade.

Ravi Gupta, professor de microbiologia clínica da Universidade de Cambridge, disse que essa mutação específica é “a mais alarmante de todas”.

A Pfizer e seu parceiro alemão BioNTech disseram na semana passada que sua vacina funciona contra a mutação N501Y encontrada nas variantes britânicas e brasileiras.

No entanto, a pesquisa ainda está em andamento para determinar se a variante sul-africana, com a mutação E484K, será efetivamente neutralizada pelo sistema imunológico do corpo.

Não está claro quão difundida será a nova variante brasileira. Separadamente, um total de 31 países já detectaram VOC-20 2012/01 em suas populações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *