Princesa de Gales: Vigilante de dados ‘avaliando’ alegações de invasão de privacidade de Kate

Fonte da imagem, Imagens Getty

Um órgão de vigilância de dados está avaliando um relatório da equipe da clínica onde a Princesa de Gales foi operada, de que eles tentaram expor suas informações privadas de saúde.

o afirmou o Daily Mirror A equipe da clínica de Londres, frequentemente utilizada por membros da família real, tentou acessar seus relatórios médicos privados.

O Gabinete do Comissário de Informação (ICO) confirmou ter recebido um “relatório de violação” e estava investigando.

A BBC News entrou em contato com a clínica de Londres para comentar.

De acordo com o Mirror, “pelo menos um membro da equipe teria sido preso enquanto tentava acessar” as anotações médicas da princesa.

O jornal avança que foi aberta uma investigação interna no hospital privado de Londres, que tratou tanto a princesa de Gales como o rei Carlos III nos últimos meses.

Catherine foi submetida a uma cirurgia abdominal em Janeiro devido a uma condição não revelada e afastou-se das funções públicas enquanto se recupera.

Questionado sobre o relatório do Mirror, um porta-voz da OIC disse: “Podemos confirmar que recebemos um relatório da violação e estamos avaliando as informações fornecidas”.

A BBC News não conseguiu verificar de forma independente as afirmações do Mirror, que foram publicadas na noite de terça-feira.

Um porta-voz do Palácio de Kensington recusou-se a confirmar ou negar o relatório, acrescentando: “Este é um assunto da London Clinic”.

A princesa passou quase duas semanas numa clínica de Londres, e o Palácio de Kensington tinha dito anteriormente que ela iria recuperar até depois da Páscoa.

Na segunda-feira, o jornal The Sun publicou uma foto de William e Catherine fazendo compras em Windsor, sua primeira saída pública desde o Natal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *