Portugal venceu a Espanha por 2-1 e apurou-se para as meias-finais do Europeu de Sub-17

Portugal venceu a Espanha por 2-1 nos quartos-de-final do Campeonato da Europa de Sub-17, no Estádio Netanya. A equipa abriu o marcador aos nove minutos, quando Afonso Moreira esbarrou num mau passe de Javier Boñar e rematou para o fundo das redes.

Bonnar não teve que esperar muito pela compensação, pois marcou o gol de empate aos 17. Portugal começou o segundo tempo forte e recompensado aos 63 minutos, quando Denis Rodriguez marcou um pênalti.

Larrugita jogou a cautela ao vento na tentativa de levar a partida para uma disputa de pênaltis, mas Portugal manteve uma exibição animada e marcou uma semifinal contra a França.

abertura frenética

A Espanha começou de propósito em Netanya e criou duas chances nos primeiros cinco minutos.

O remate de Iker Bravo foi defendido e a bola caiu para Antonio Moreno, que não conseguiu direccionar para a baliza. Depois Miguel Carvalho viu-se livre fora da grande área, levantando o seu remate por cima da barra.

Afonso Moreira disparou um remate inofensivo aos seis minutos, mas conseguiu marcar três minutos depois. Javier Boñar fez um passe terrível para sua área de 18 jardas quando Moreira deixou cair a bola antes de chutar para Nuno.

A decepção de Bonyar desapareceu aos 17 minutos, quando ele estava à disposição para empatar. O cruzamento de Ivan Gariel foi passado para a zona de perigo por Wassim Kidari, e Bonar passou por cima de Leonardo Barroso e cabeceou para Diogo Fernandez.

A Espanha continuou a criar oportunidades, com Miguel Carvalho a rematar por cima da trave e perder outra oportunidade minutos depois, um remate de Dani Perez defendido e Carvalho zarpar.

As chances foram poucas e distantes entre si no restante do jogo, quando Bonar acertou o cruzamento de Perez por cima da barra na prorrogação.

READ  Cristiano Ronaldo compra mansão de 18 milhões de libras em Portugal; Transferência do Manchester United nos cartões?

Portugal em destaque

Tudo o que José Lima disse ao seu time no intervalo funcionou como um remédio, já que Portugal sufocou a Espanha para começar o segundo tempo.

Delicioso João Veloso Apesar de a bola ter sido disparada por Denis Rodríguez, o avançado acerta Nuno com a bola a bater no poste. Veloso então deu chance a Ivan Lima, que chutou para longe.

O técnico da Espanha, Julen Guerrero, tentou mudar as coisas com Paul Fortuny e David Mila substituindo Miguel Carvalho e Dani Rodriguez.

Portugal continuou a ameaçar e Lima falhou novamente após um brilhante trabalho de Rodriguez. No entanto, a pressão rendeu dividendos e o domínio de Portugal voltou aos 63 minutos, quando recuperou a liderança.

Pressão recompensada

Afonso Moreira correu para a grande área e o seu remate foi feito por Jarik Jasurowski de grande penalidade. Rodriguez intensificou e não fez nada de errado.

Um remate de longe de Fortuny aos 64 minutos, mas “La Rojita” lutava para testar Diogo Fernandes.

Dani Perez abriu caminho para Alvaro Genes aos 77 minutos, antes de José Lima fazer sua primeira substituição dois minutos depois, e Denis Rodriguez abriu caminho para Rodrigo Ribeiro.

A pressão sobre a Espanha aumentou quando o chute de Moreno foi bloqueado, e o chute de Iker Bravo desviou do gol e Guinness passou por cima do travessão.

Ivan Lima e Ribeiro tiveram grandes chances de esfriar a competição na prorrogação, mas não conseguiram vencer Nuno, Portugal foi forte para garantir a vitória e chegar às semifinais.

READ  Pessoas presas participam de prova digna de imunidade

de Matthew Marshall

Alinhados

Portugal (4-3-3): Diogo Fernandez – Martím Fernández, Diogo Monteiro, Luis Gomez, Leonardo Barroso – Osumani Dagalo, Dario Isugo, João Veloso (Vivaldo Semedo 90′) – Afonso Moreira (João Gonçalves 90′), Denis Rodriguez (Rodrigo Ribeiro 80′) (Manuel Mendonça ) 94′)

Alternativas não utilizadas: Francisco Silva, João Conceição, João Muniz, Rafael Luis, Thiago Andrade,

Espanha (4-2-3-1): Nuno – Javier Bonar, Wassim Kidari, Jaric Jasurowski, Ivan Gariel (Victor Moreno 88′) – Antonio Moreno, Gerard Hernandez (Yossi 88′) – Dani Rodriguez (David Mila 57′), Miguel Carvalho (Paul Fortuny 57′), Dani Perez (Alvaro Guinness 77′) – Iker Bravo

Alternativas não utilizadas: Ferrán Quetglás, Mahamadou Susoho, Carlos Sogorb, Rodrigo Mendoza

Objetivos.

[1-0] – Afonso Moreira 9′

[1-1] – Javier Bonar 17′

[2-1] – Dennis Rodríguez 63′

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *