O técnico interino de futebol do Brasil diz que não vai demitir o técnico Tite

O presidente interino da Confederação Brasileira de Futebol disse, nesta segunda-feira, que não demitirá o técnico da seleção, Tite, embora seus jogadores ainda não tenham anunciado se jogarão na próxima Copa América.

Antonio Carlos Nunes, de 82 anos, assumiu a federação no domingo, depois que a comissão de ética suspendeu Rogério Capoclo por 30 dias. Nunes foi nomeado o vice-presidente mais antigo e enfrenta uma crise imediata devido à polêmica decisão de transferir a Copa América da Argentina para o Brasil no último minuto, embora a pandemia do coronavírus tenha varrido o país.

O torneio deve começar no domingo, mas Tite disse depois de vencer as eliminatórias da Copa do Mundo contra o Equador na sexta-feira que ele e seus jogadores não anunciariam até terça-feira se iriam ou não participar.

Isso levou a algumas chamadas para substituir Tite, mas Nunes disse que não tem planos de mudar de treinador.


“Digo assim: não vamos ganhar? Vencemos a Copa América 2019. E agora estamos na iminência de nos classificarmos para o Mundial. Nunes disse ao O Liberal … Como diz o ditado, você não muda a equipe vencedora.

“Sou amigo do Titis”, acrescentou Nunes. “Não consegui falar com Tite no domingo. Queria dizer a ele que as decisões estão comigo agora. Adoro o trabalho dele, ele está falando sério.”

Na segunda-feira, Tite se recusou a dizer se ainda estaria no comando da Copa América.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *