O que fazer na Serra da Estrela no verão

Para quem pretende viajar para Portugal, o verão costuma ser sinónimo de belas praias e de um belo oceano com águas azuis para descobrir. No entanto, existem outras formas de aproveitar os meses de verão, então porque não substituir o habitual por algo igualmente bonito por algo especial que possa proporcionar uma perspetiva diferente sobre Portugal.

Você deve estar se perguntando, a Serra da Estrela não é um destino de inverno? Bem, geralmente é assim, mas a Serra da Estrela também pode ser um paraíso durante o verão. Mesmo sem esquiar, os visitantes podem escalar a montanha mais alta de Portugal e conhecer lugares que provavelmente não verão no inverno devido ao mau tempo.


Torre – ponto mais alto

Se você já tentou ir até a torre no inverno, pode ou não conseguir porque muitas vezes, por causa da neve, não há como subir porque as estradas estão fechadas. É por isso que pode ser uma experiência melhor no verão.

Por que visitar este lugar? Vale a pena visitar a torre, pois tem uma vista incrível do ponto mais alto de Portugal Continental (que se situa a uma altitude de 1993 metros acima do nível do mar). Depois, você pode desfrutar de uma refeição tradicional ou comprar produtos locais como lembranças. Queijo e presunto de boa qualidade são muito populares por lá.

térmico Spas

As águas destas termas são famosas pelas suas propriedades curativas únicas. Existem muitos spas na Serra da Estrela e a melhor altura para visitar um é definitivamente no verão.

Aqui estão apenas alguns dos spas que a Serra da Estrela tem para oferecer: Aquadome nas Termas de Unhais da Serra, o primeiro spa de montanha do país e um dos maiores da Europa. As Termas Caldas de Manteigas, em pleno Parque Natural da Serra da Estrela, são indicadas para o tratamento de doenças respiratórias. Ou aproveite para visitar as Termas de Almeida – Fonte Santa, onde também pode encontrar águas naturais e paisagens verdes.

READ  Antevisão internacional: Gadi Kinda e Israel visitam Portugal na quarta-feira

cachoeiras

Há muitas belas cachoeiras na Serra da Estrela. A vantagem de fazer uma visita no verão é que você pode ver as cachoeiras que ficam cobertas de neve no inverno com acesso limitado.


Poço do Inferno

O Poço do Inferno ou Poço do Inferno (em inglês) está localizado no Ribeirão Leandres que é um ponto alto de 1.100m. O Poço do Inferno, rodeado pela Mãe Natureza, é a razão de toda esta beleza cénica. No inverno, a água congela várias vezes e isso cria (mais) o charme desse paraíso natural de 10 metros de altura – é uma pérola rara de se ver.

Poço da Broca de Barriosa

Para além da conhecida cascata que leva o seu nome, a praia fluvial também merece uma visita, pois é um local ideal onde a água é bastante fresca e límpida, típica das águas serranas. Localiza-se no extremo sudoeste do Parque Natural da Serra da Estrela, na Ribeira do Alfoco, na aldeia de Barriosa, Vide. O local é rico em biodiversidade e aqui podem ser encontradas lontras, lontras, garças e melros.


Poço da Broca de Serapitel

Localizada entre a aldeia de Cabeça e Loriga, é uma antiga aldeia conhecida como a “Suíça Portuguesa”. Poço da Broca, Serapitel, resulta do estreitamento do rio Ribeira de Loriga, que servia para abrir canais que desviavam a água para alimentar as culturas agrícolas da região. Para lá chegar, basta seguir o Trilho da Ribeira de Loriga e encontrar uma grande cascata de água cristalina.

videogames

Se você prefere praticar algum esporte, está no lugar certo! Não para esquiar, pois o clima de verão não permite, mas há um bom espaço para caminhadas. A Serra da Estrela tem alguns dos melhores trilhos do país, alguns facilmente acessíveis às crianças.

READ  Hoje - Itália e Portugal empatam na mesma categoria de eliminatórias para a Copa do Mundo

Como exemplo, o passe da Rota das Fallas – se pretende passear com a família e os filhos, então esta é sem dúvida uma das formas mais cómodas. Se quiser experimentar algo diferente, existem os trilhos Rota do Javali e Poço do Inferno. Como a estrada do Poço do Inferno é curta (2,5 km), pode juntar-se à Estrada do Javali, perfazendo um total de 14 km.

Desfrute das aldeias tradicionais

Se tiver tempo suficiente, a curta distância de algumas bonitas aldeias faz da Serra da Estrela uma oportunidade e um local estratégico para visitar algumas das mais belas aldeias tradicionais que Portugal tem para oferecer.

Piódão, Belmonte e Linhares da Beira são três que devem estar na sua lista. Se ainda não visitou Piódão, uma visita a esta encantadora vila é sem dúvida obrigatória. O tom escuro das casas, fruto de sua natureza ensolarada, contrasta com a cor das janelas.

Belmonte e Linhares da Beira também impressionam pelos seus castelos e história no topo da colina, pois ambos fazem parte do Trilho das Aldeias Históricas Portuguesas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.