Kipchoge vence a maratona da Holanda

Campeão da maratona olímpica e recordista mundial, o queniano Elyod Kipchog enviou um aviso aos rivais antes das Olimpíadas de Tóquio deste ano ao velejar para a vitória na maratona em missão em sua canção na Holanda.

Em sua primeira saída desde a derrota surpresa na Maratona de Londres em outubro, onde ficou em oitavo lugar, Kipchog terminou a maratona no Aeroporto de Twente em duas horas, quatro minutos e 30 segundos para reafirmar sua condição de favorito para a corrida olímpica em Sapporo em agosto.

Jonathan Courier do Quênia ficou em segundo lugar, com uma diferença de 2: 06.40, enquanto Joetum Kiffel da Eritreia ficou em terceiro com um tempo de 2: 08.07.

No feminino, a alemã Katarina Steinruck conquistou a melhor marca pessoal 2: 25,59, à frente da portuguesa Sarah Moreira com 2: 26,42 e Spring Schönborn (2: 27,03).

Um dos maiores maratonistas de todos os tempos, Kipchoge sofreu sua primeira derrota desde 2013 em Londres.

O homem de 36 anos, que já havia vencido 10 corridas consecutivas, teve um bloqueio no ouvido que afetou sua respiração e um espasmo no quadril.

O queniano deu o melhor de si no seu hino, no entanto, ultrapassando a marca da metade em pouco menos de 62 minutos antes de se afastar do Courier por cerca de 95 minutos para garantir uma vitória confortável.

“Missão cumprida”, disse Kipchug. “Obrigado pelos grandes homens e mulheres que organizaram esta corrida em menos de 10 dias.”

“Ele estava em um ambiente diferente, no meio de uma pandemia, para dizer às pessoas que você ainda podia fugir.

READ  Austin assina argentino Rigoni como DP World

“Este foi o verdadeiro teste para as Olimpíadas de Tóquio, para testar sua forma física.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *