Homenagem à abertura do Festival de Cinema Árabe

(MENAFN – Agência Brasileira de Notícias Árabes (ANBA))

São Paulo – A cerimônia de abertura do 16º Festival de Cinema Árabe Mundial Árabe (foto acima) aconteceu nesta quinta-feira (19) e trouxe lembrança e reflexão sobre as vítimas do COVID-19. O festival vai estrear sete filmes de 20 de agosto a 16 de setembro de 2021. O evento é organizado pelo Instituto Brasileiro da Cultura Árabe (ICArabe) e pelo Serviço Social do Comércio (SESC) do Estado de São Paulo. A Casa Árabe, centro cultural da Câmara de Comércio Árabe Brasileira (ABCC), é a patrocinadora.

Como símbolo de homenagem, os organizadores trouxeram fotos de Edgardo Bechara El Khoury, fundador do Cine Fértil e do Festival Árabe Latino, e parceiro do ICArabe, que morreu este ano de coronavírus. Soraya Smiley, fundadora do festival, também é farmacologista da Escola Paulista de Medicina (EPM) da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e foi reitora da universidade de 2013 a 2021.

O curador do festival e diretor de Relações Locais do ICArabe, Arthur Javet, destacou como o cenário pandêmico também afetou a seleção de obras para este ciclo. Este ano e meio eles mudaram radicalmente nossas vidas. O cinema é uma ótima forma de aprender não só sobre a cultura, mas também sobre a situação dos países árabes de uma forma que as notícias da grande mídia não contam, porque os filmes trazem para eles algo do contexto em que foram feitos ”. Ele disse em um vídeo gravado que foi mostrado na abertura.

Ainda na cerimônia, Murshid Omar Taha, presidente do ICArabe, destacou que a sétima arte ajuda a ampliar o senso de realidade do espectador, dizendo: “O cinema nos leva a mundos distantes ou a entrar no mundo da alma do indivíduo restrito. é também o fio condutor que expressa os sentimentos das pessoas e as agruras da vida, separado por um muro, dá esperança e força para superar essas e outras barreiras.

READ  Miami Swimming Week para experimentar o toque brasileiro em 2022 com produtos e designs exclusivos em resorts, praias e moda praia, além de acessórios e calçados.

O Embaixador Osmar Al-Shahfi, Presidente do Conselho de Administração da Associação, falou sobre a importância de apoiar iniciativas como o festival, por meio do braço cultural da fundação, a Casa Árabe. [the Arab House] Por ser uma espécie de centro cultural, busca apoiar a difusão. Faremos isso por meio de convênios com universidades e um centro de estudos. Com uma universidade no Líbano, já estamos reconstituindo a história da imigração árabe. Ele explicou que é um projeto importante que estamos desenvolvendo.

Para a Diretora Cultural da ABCC, Silvia Antipas, o formato eletrônico do festival, em uso desde o ano passado, trouxe boas surpresas. “As exibições virtuais tiveram um acesso enorme fora de São Paulo. Temos recebido muito apreço das pessoas que puderam assistir. São filmes inéditos e de difícil acesso. Acho que o formato misto é um pedido que somos. receber agora e não vamos ignorar, é importante dar esse acesso ”, concluiu ela, para quem está fora da cidade de São Paulo.

Danilo Miranda, Diretor Regional do SESC São Paulo, destacou a importância de dar espaço e visibilidade à produção cinematográfica do mundo árabe ”.[This production] Pode nos mostrar outras histórias e outras maneiras de ver o mundo. Ele cumpre uma missão institucional que busca fornecer uma oportunidade para todas as visões humanas agirem e discutirem. “A meta sempre foi construir um país e uma sociedade melhores para que todos possam ter um padrão de vida melhor”, disse Miranda.

Também discursando na cerimônia, Christian Moreau, diretor artístico do Cine Fertel, falou sobre a memória de Edgardo Bechara El Khoury, dizendo: “Ele dizia que não precisamos construir pontes porque elas já existem. Só precisamos caminhar Sobre eles. E outros executivos que estiveram no evento foram Ademar de Oliveira. D., diretor da Arteplex Filmes, que vai distribuir “Baghdad in My Shadow.” Eloísa Lopez, Diretora de Abastecimento da Synapse Distribution, responsável pela distribuição de “200 Metros. ”O evento foi moderado por Daniela Eno, Analista de Eventos Sênior da ABCC.

READ  O Brasil volta a dançar depois de uma grande vitória na Copa do Mundo

Veja a programação completa aqui.

fatos rápidos:

16º Festival de Cinema Árabe
gratuitamente

De 20 de agosto a 2 de setembro
Site do festival: mundoarabe2021.icarabe.org

De 20 de agosto a 16 de setembro
Plataforma SESC Digital: sescsp.org.br/cinemaemcasa

Traduzido por Elsio Brasileiro

O evento de pós-homenagem por ocasião da abertura do Arab World Film Festival apareceu pela primeira vez na Agência de Notícias Brasil-Arabi.

MENAFN21082021000213011057ID1102655156

Isenção de responsabilidade legal: MENAFN fornece as informações “no estado em que se encontram”, sem garantia de qualquer tipo. Não assumimos qualquer responsabilidade ou obrigação pela precisão das informações neste artigo, o conteúdo, imagens, vídeos, licenças ou a integridade, legalidade ou confiabilidade das informações neste artigo. Se você tiver quaisquer reclamações ou problemas de direitos autorais relacionados a este artigo, entre em contato com o provedor acima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *