Highline do Brasil da Digital Colony faz a melhor oferta para compra de ativos portáteis da Oi

São Paulo (Reuters) – A Highline do Brasil, empresa do portfólio da empresa americana de private equity Digital Colony, fez sua melhor oferta para os ativos móveis da empresa brasileira de telecomunicações Oi SA. OIBR4.SA Na quarta-feira, Awey disse que os dois lados estão entrando em negociações exclusivas.

Foto de arquivo: Um homem deixa o escritório da operadora de telecomunicações brasileira Oi SA no Rio de Janeiro, Brasil, em 22 de dezembro de 2017. Reuters / Ricardo Moraes

A Oi não divulgou o valor da oferta, mas disse na Edaa Securities que a oferta superou o mínimo estabelecido pela Brazilian Telecom, que é de 15 bilhões de riais (US $ 2,93 bilhões).

A Digital Colony, apoiada pelo investidor imobiliário americano Thomas Barrack e Digital Bridge Holdings, está focada em investir em infraestrutura digital no Canadá, América Latina e Europa.

A Reuters, citando duas fontes, havia informado na quarta-feira que a Digital Colony havia feito uma oferta. As fontes disseram que a Digital Colony está interessada nos ativos de infraestrutura móvel da Oi, não necessariamente fornecendo serviços de telecomunicações diretamente aos consumidores.

Uma fonte disse que a Digital Colony pode buscar parcerias com outras empresas de telecomunicações para fornecer serviços usando sua infraestrutura, o que também pode incluir mais vendas de ativos no futuro.

Eles disseram que a firma de private equity, que administra cerca de US $ 20 bilhões em ativos, já está conversando com um dos possíveis sócios, a quinta maior operadora do Brasil, a Algar Telecom, sobre um possível negócio.

No arquivo de títulos, a Algar afirma estar constantemente avaliando aquisições e potenciais parcerias que possam agregar valor ao seu negócio.

READ  Rio brilha sem chuva, mas ainda enfrenta os efeitos da tempestade de Natal

A Highline também apresentou uma proposta vinculativa para adquirir a unidade de torre de celular da Oi por 1,08 bilhão de riais na sexta-feira.

Ao lado da Colônia Digital, os atuais operadores são TIM Participações TIMP3.SA, Telefonica Brasil SA VIVT4.SA E America Movil SAB de CV’s AMXL.MX A Claro apresentou uma demonstração conjunta dos ativos portáteis da Oi.

A Oi pretende usar os recursos da venda de ativos para financiar uma unidade de banda larga de fibra em crescimento e pagar dívidas como parte de seus esforços para sair da proteção contra falência.

Relatório de Carolina Mandel; Co-cobertura de Gram Slatery. Editado por Jonathan Otis, David Gregorio e Lincoln Fest.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *