Estimular os Estados Unidos a fortalecer o México; Ações da América Latina e Caribe com desempenho superior no curto prazo: UBS

(Reuters) – Um executivo da UBS Global Wealth Management disse na quarta-feira que o aumento dos gastos com infraestrutura nos Estados Unidos e novas rodadas de estímulo econômico apoiarão a economia mexicana voltada para a manufatura.

“[It’s] Um bom ambiente para as exportações mexicanas para os Estados Unidos, [Mexico’s] “A economia está se movendo mais em direção à manufatura e ao mercado dos Estados Unidos”, disse Alejo Zeroonko, diretor de investimentos do negócio de gestão de fortunas do Swiss Bank na América Latina, ao Reuters Global Markets Forum.

Chironko disse que um ambiente melhor para o investimento privado e a transformação das cadeias de abastecimento sob a USMCA beneficiaria o país.

No entanto, a Chironco espera que os Estados Unidos e o Canadá intensifiquem a pressão sobre o México devido à política energética proposta pelo presidente Andrés Manuel Lopez Obrador.

Embora Czerwonko espere que a América Latina cresça mais de 4,5% em 2021, ele alertou que a atividade econômica em muitos países da região pode não retornar aos níveis vistos no quarto trimestre de 2019 até pelo menos 2022, e provavelmente ficará para trás Outras economias emergentes.

No entanto, ele acredita que as ações da América Latina provavelmente irão superar as ações de mercados emergentes nos próximos três a seis meses.

“Os ativos da América Latina já estão ignorando a previsão difícil, e algumas dessas ‘más notícias’ provavelmente serão precificadas nos próximos meses em meio a um ambiente global favorável”, disse Czerwonko, que espera que o real brasileiro e o peso mexicano subam e vê oportunidades em dólar. Renda Fixa Brasileira.

Índice de ações MSCI EM e índice de ações MSCI Latam

READ  Sica adquire fábrica de argamassas no Brasil

Como os casos de coronavírus continuam aumentando e as perspectivas financeiras permanecem incertas para a maioria das economias, o índice de ações da América Latina MSCI ficou atrás do índice de mercados emergentes no ano passado.

Ziroonco disse que o governo brasileiro protegeria a confiança dos investidores e as contas públicas “curvando-se sem quebrar” o limite de gastos, mesmo sob pressão pública para estender as medidas de estímulo.

(Esta entrevista foi realizada no Reuters Global Markets Forum, uma sala de bate-papo hospedada na plataforma Refinitiv Messenger. Inscreva-se aqui para ingressar no GMF: refini.tv/33uoFoQ)

(Reportagem de Lisa Pauline Matakal em Bengaluru); Editado por Anil de Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *