Em meio à crise da Goal, equipe LATAM reforça liderança no céu brasileiro

LATAM fortalece liderança no Brasil em meio à crise de Gul

A LATAM Airlines, com sede no Chile, ampliou sua liderança no Brasil no ano passado, segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A empresa lidera o setor de aviação nacional na maior economia da América Latina desde 2021, quando ultrapassou a concorrente local GOL, que agora enfrenta problemas financeiros.

Em números. Em 2023, 112,6 milhões de passageiros viajaram de avião dentro, para e do Brasil, 15,3% a mais que no ano anterior e o melhor resultado desde 2020, quando começou a pandemia de Covid, principalmente devido à retomada das viagens internacionais e ao aumento da oferta (30 por cento mais do que em 2022) dessas viagens.

  • No entanto, o tráfego aéreo ainda está longe do pico de 2019, quando viajaram mais de 118 milhões de passageiros.
  • A participação no mercado doméstico na América Latina, definida em termos de receita de passageiros por quilômetro, atingiu 37,8%, enquanto a participação da GOL caiu para 33,3%. A Latam também lidera o mercado internacional com uma participação de 18,2%.

Status de jogo. A LATAM emergiu de um processo de falência relacionado à pandemia no final de 2022, reduzindo sua dívida em aproximadamente US$ 3,6 bilhões (uma queda de 35% em relação aos níveis anteriores ao pedido), enquanto a Azul concluiu uma reestruturação mais ampla em 2023. Solicitei proteção contra falência, Capítulo 11, no Estados Unidos

por que isso Importa. E em 87%…

Fabian Zeola Menezes

Fabian, ex-editor-chefe do LABS (Latin American Business Stories), tem mais de 15 anos de experiência em reportagens sobre negócios, finanças, inovação e cidades no Brasil. Este último recentemente a trouxe de volta à sala de aula e fez com que ela fizesse mestrado em Gestão Urbana pela PUCPR. Na TBR, você monitora a política econômica, as empresas revolucionárias e as pessoas que impulsionam a inovação na América Latina.

READ  A distribuição desigual da vacina COVID-19 pode dificultar a recuperação econômica nos países em desenvolvimento: IMF- Technology News, Firstpost

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *