A desconhecida capital da felicidade no Brasil

Enquanto Pareto e eu caminhávamos pelo centro do Pelorinho, nos aproximamos da Praça do Terrero de Jesus, famosa por suas igrejas da era colonial e monumentos datados do século XVII. A mistura de edifícios de estuque e arte de inspiração africana encontrada em todo o Terreiro de Jesus destaca a fusão cultural e a resiliência únicas desta cidade. Outrora um local onde os escravos africanos eram espancados, a praça agora serve de cenário para as festas baianas que celebram a capoeira e o samba, duas práticas nascidas na Bahia.

Em frente à igreja de São Francisco, famosa por seu interior talhado em ouro e pinturas barrocas fantasiosas, nos deparamos com uma animada Capoeira Jardim da infância (círculo) realizado como parte de Festival de Cultura Folclórica, que celebra as tradições baianas. Os capoeiristas faziam a transição perfeita para a batida dos atabaques e do berimbau, um instrumento de percussão de corda única em forma de arco originário da África Ocidental. Assim como o atabac e o brimbao, a capoeira também tem suas raízes na África.

Os historiadores acreditam que a capoeira, uma mistura única de artes marciais e dança, foi desenvolvida no Brasil por africanos escravizados como um meio de Legítima defesa sob controle português. Hoje, a capoeira é um elemento básico do entretenimento de rua de Salvador e representa libertação e liberdade. Os praticantes dizem que seus movimentos graciosos incorporam um espírito vadiaçãoque se traduz vagamente em relaxar, representa a energia descontraída da área.

Via Terreiro de Jesus, Barreto e eu topamos com o show de samba, onde os movimentos dos dançarinos são sincronizados com a batida de violões, tambores e Banderos (pandeiro). Assim como a capoeira, o samba nasceu na Bahia pelos africanos escravizados e hoje é considerado a dança nacional do Brasil. Várias formas de samba se desenvolveram em todo o Brasil durante a era colonial, com o Samba de Roda vindo de El Salvador. Esta forma é uma performance de grupo que combina dança, instrumentos musicais, canto e poesia de tradições africanas e portuguesas. Hoje, o samba é amplamente dançado em todo o Brasil, com Salvador Balé Folclórico da Bahia Casa de apresentações profissionais que celebram a dança baiana.

READ  Bolsonaro pede tribunal para revogar restrições COVID-19 do Brasil | Notícias da pandemia do vírus Corona

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.