Uma bola de fogo avistada sobre a Península Ibérica

Uma bola de fogo, viajando a uma velocidade de 90.000 quilômetros por hora, foi vista no céu em 19 de janeiro no leste da Península Ibérica.

Isso é de acordo com informações divulgadas pelos responsáveis ​​pelo projeto SMART, do Instituto de Astrofísica da Andaluzia (IAA-CSIC).
O investigador principal do projeto, José María Madedo, confirmou que o evento ocorreu às 07:11 [06:11 in Lisbon] Esta quarta-feira.

Observatórios em Sevilha, La Sagra, Sierra Nevada (Granada), Calar Alto (Almeria) e La Hita (Toledo) detectaram a bola de fogo, segundo a agência de notícias EFE.

As rochas vindas do espaço, ao colidir com a atmosfera a uma velocidade tremenda, tornaram-se brilhantes, o que levou à formação de uma bola de fogo, que começou a uma altitude de cerca de 93 quilômetros acima da província de Cuenca (Castell la Mancha).

A partir deste ponto, avançou para leste e extinguiu-se a cerca de 51 quilómetros da cidade de Chilva, na província de Valência.

Os detectores do projeto SMART funcionam no âmbito da Rede Meteorológica e de Observação da Terra do Sudoeste Europeu (SWEMN), que visa monitorizar constantemente o céu, de forma a registar e estudar o efeito de rochas de diferentes corpos do Sistema Solar no Atmosfera da Terra. .

READ  Preços da eletricidade foram registados em Espanha e Portugal hoje, segunda-feira, 28 de março

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.