Um porta-voz do Taleban disse que não havia evidências de Bin Laden por trás dos ataques terroristas de 11 de setembro. ‘Não há provas’

uma Talibã O porta-voz disse na quarta-feira que não há evidências do envolvimento de Osama bin Laden na 11 de setembro Ataques terroristas Apesar de uma montanha de evidências ligando o falecido líder da Al-Qaeda aos sequestros de aviões que atingiram a região World Trade Center E pentagonal.

Durante uma entrevista ao NBC News ‘Richard Engel, do Afeganistão, o porta-voz do Talibã, Zabihullah Mujahid, fez a afirmação em resposta a uma pergunta sobre se o país voltaria a se tornar uma base para terrorismo como Biden O governo está se preparando para a retirada das forças americanas.

“Quando Osama bin Laden se tornou um problema para os americanos, ele estava no Afeganistão. Embora não haja evidências de seu envolvimento, agora fizemos promessas de que o território afegão não será usado contra ninguém”, disse ele.

Biden: problema de retirada dos EUA na cooperação com o Taleban

Osama bin Laden. Na quarta-feira, um porta-voz do Taleban disse que não havia evidências de que Bin Laden ordenou os ataques de 11 de setembro, embora houvesse evidências em contrário.
(Reuters)

Quando questionado se ele realmente acreditava que Bin Laden não estava envolvido nos ataques de 11 de setembro de 2001, Mujahid dobrou de peso.

“Até agora”, respondeu Engel, “parece que depois de tudo isso, você não tem nenhuma responsabilidade.”

Mujahid respondeu: “Não há evidências. Mesmo depois de 20 anos de guerra, não temos evidências de seu envolvimento.” “Não havia justificativa para a guerra. [an] Desculpe pela guerra. “

Em uma mensagem gravada lançada em 2004, Bin Laden Ele admitiu que ordenou os ataques de 11 de setembro 19 sequestradores sequestraram quatro aviões comerciais americanos e os jogaram nas torres do World Trade Center na cidade de Nova York e no Pentágono. O quarto avião caiu em um campo na Pensilvânia após uma revolução de passageiros.

READ  A União Europeia se prepara para conter as exportações de vacinas da Covid por 6 semanas

As forças dos EUA invadiram o Afeganistão após uma campanha de bombardeio em resposta ao ataque de 2001 e o Taleban se recusou a entregar os líderes da Al-Qaeda, que receberam refúgio, incluindo Bin Laden.

O líder terrorista foi morto em 1º de maio de 2011 pelos SEALs da Marinha no Paquistão.

Um relatório da Comissão de 11 de setembro observou que “o ataque de 11 de setembro foi liderado por Osama bin Laden”.

“Quando os preparativos finais começaram durante o verão de 2001, surgiu oposição entre os líderes da Al-Qaeda no Afeganistão sobre se prosseguir”, disse o relatório. O líder do Taleban, Mullah Omar, se opôs a atacar os Estados Unidos. Apesar de enfrentar a oposição de muitos de seus principais assessores, [bin Laden] Superando efetivamente suas objeções, os ataques continuaram.

CLIQUE AQUI PARA O APP FOX NEWS

Nesta base política e ideológica, [bin Laden] Ao longo de uma década, ele construiu uma organização dinâmica e matadora “, continuou o relatório.” Ele construiu uma infraestrutura e uma organização no Afeganistão que pode atrair, treinar e usar recrutas contra metas cada vez mais ambiciosas. Ele mobilizou novos fanáticos e novo dinheiro a cada demonstração da capacidade da Al-Qaeda. Ele formou uma aliança estreita com o Talibã, um regime que fornece refúgio para a Al-Qaeda. “

As evacuações estão ocorrendo no Afeganistão enquanto afegãos que trabalharam com as forças dos EUA estão fugindo do país em meio a uma rápida tomada de controle pelo Taleban. Biden disse esta semana que cumpre o prazo de 31 de agosto para a saída das forças americanas.

“Este é o nosso momento mais feliz”, disse Mujahid.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *