UBS e Banco do Brasil estão prontos para iniciar suas operações

Foto de arquivo: O logotipo do banco suíço UBS aparece em uma filial em Zurique, Suíça, em 22 de junho de 2020. Reuters / Arend Wegmann

São Paulo (Reuters) – Uma joint venture de serviço de banco de investimentos entre o UBS Group AG UPS GSM O banco brasileiro afirmou em comunicado na quarta-feira que o credor estatal Banco do Brasil está pronto para iniciar suas operações.

Os dois bancos anunciaram uma parceria há quase um ano, em um movimento para aumentar a capacidade de negociação no Brasil, Chile, Argentina, Paraguai, Peru e Uruguai.

De acordo com o processo, o UBS, que detém o controle acionário de 50,01% do banco recém-anunciado, indicará o CEO. Duas fontes disseram que o banco indicaria Daniel Bassan, o atual presidente do banco de investimentos UBS no Brasil, para o cargo.

O presidente do conselho será indicado pelo Banco do Brasil, que escolheu Hélio Magalhães, seu atual chefe, para o cargo, segundo fontes, acrescentando que o banco o nomeou UBS BB.

O Conselho de Administração é composto por seis membros e cada banco nomeia três diretores executivos.

O UBS oferecerá à joint venture sua plataforma de banco de investimento e intermediário, enquanto o Banco do Brasil dará acesso a sua ampla base de clientes, aos quais o novo banco oferecerá seus produtos e serviços.

O Banco do Brasil, o segundo maior banco do país, fornecerá à joint venture seu forte balanço para negócios que exigem crédito.

O banco suíço firmou parcerias na América Latina para expandir seus negócios de banco de investimento, aumentando as conexões de clientes em todo o mundo. No início deste mês, fez parceria com o banco de investimentos independente colombiano Inverlink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *