Turquia: inundações massivas varrem a região do Mar Negro, matando 17 pessoas

As enchentes trouxeram o caos para os condados do norte, já que as autoridades anunciaram que alguns dos incêndios florestais que ocorreram nas regiões costeiras do sul por duas semanas foram controlados.

As inundações e incêndios, que mataram oito pessoas e destruíram dezenas de milhares de hectares de floresta, eclodiram na mesma semana em que um painel das Nações Unidas disse que o aquecimento global estava perigosamente perto de uma espiral fora de controle.

As autoridades disseram que 15 pessoas morreram nas enchentes na província de Kastamonu e duas pessoas foram mortas em Sinop, acrescentando que as operações de busca e resgate continuam.

A Diretoria de Gestão de Desastres e Emergências (AFAD) disse que mais de 1.400 pessoas foram evacuadas das áreas afetadas, algumas com a ajuda de helicópteros e barcos, e cerca de 740 pessoas foram acomodadas em dormitórios estudantis.

Imagens divulgadas pelo Ministério do Interior mostraram que helicópteros jogaram guardas costeiros em telhados para resgatar pessoas presas quando as enchentes varreram as ruas.

Uma imagem de drone mostra as operações de resgate em andamento depois que fortes chuvas causaram enchentes no distrito de Bozkurt, em Kastamonu, na Turquia.

A enchente destruiu a infraestrutura de energia, deixando cerca de 330 aldeias sem eletricidade. O Departamento de Desastres e Estradas acrescentou que cinco pontes desabaram e várias foram danificadas, levando ao fechamento de estradas. Partes das estradas também foram destruídas.

Imagens de televisão mostraram as enchentes arrastando dezenas de carros e pilhas de entulho pelas ruas. A Autoridade de Gestão de Desastres e Emergências disse que as fortes chuvas na área devem diminuir na noite de quinta-feira.

As autoridades disseram que 299 incêndios florestais que eclodiram nas províncias do sudoeste nas últimas duas semanas foram controlados.

READ  Khamenei no Irã descreveu o envenenamento de meninas como "imperdoável" após protestos públicos

O presidente Recep Tayyip Erdogan disse que foi o pior incêndio que a Turquia já enfrentou. Milhares de turcos e turistas foram evacuados quando as chamas se espalharam pelas áreas costeiras do Egeu e do Mediterrâneo, devido ao clima quente e seco e aos ventos fortes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *