Tumba dourada e gramada de Pelé é aberta ao público no Brasil

SANTOS, BRASIL – É um local adequado para o enterro final de um “rei”: seis meses após a morte do homem amplamente considerado o maior jogador de futebol de todos os tempos, o Brasil abriu na segunda-feira o túmulo dourado de Pelé, forrado de grama.

Pelé, que morreu em 29 de dezembro de 2022 aos 82 anos após uma batalha contra o câncer, está enterrado no Cemitério Memorial Ecumênico em Santos, Brasil. É um imponente mausoléu de 14 andares que detém o Recorde Mundial do Guinness para o túmulo mais longo da Terra.

Os torcedores foram recebidos com duas estátuas douradas em tamanho real do jogador apelidado de “O Rei” – o Rei – cujos restos mortais jazem dentro de uma grande abóbada dourada em exibição no meio de uma sala de 200 metros quadrados atapetada em grama artificial.

“Superou minhas expectativas. É um lugar muito bonito”, disse Ronaldo Rodriguez, 44, empresário que foi o primeiro a visitar o túmulo com a esposa.

“Espero que muitos turistas venham nos visitar e conhecer um pouco da história de Pelé, e o que ele representa para o Santos, para o Brasil e para o mundo.”

Nascido Edson Arantes do Nascimento, Pelé foi o único jogador da história a vencer três Copas do Mundo (1958, 1962 e 1970).

Ele marcou um recorde mundial de 1.281 gols durante sua carreira de mais de duas décadas no Santos (1956-1974), New York Cosmos (1975-77) e na seleção brasileira.

O filho de Pelé, Edinho, disse em lágrimas aos repórteres que se aglomeraram na cidade portuária do sudeste que a família ainda estava lutando com a perda.

READ  Dmitry Belyanin, Diretor Comercial da Parimatch, explica em detalhes os motivos da escolha do Botafogo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *