Sobre afegãos na Índia, Home Office assume poderes de “ordem de saída”

A regra do Home Office diz que os cidadãos afegãos na Índia terão seus vistos prorrogados sem nenhum custo.

Nova Delhi:

O Ministério do Interior da União retirou os poderes do Escritório Regional de Registro de Estrangeiros, por meio do qual qualquer cidadão afegão pode ser obrigado a deixar a Índia, devido à situação instável no Afeganistão. Agora, o ministério pode tomar tais decisões apenas para impedir o assédio potencial no nível local de cidadãos afegãos.

O Afeganistão está turbulento há mais de um mês, enquanto o Taleban assumiu o poder antes da retirada das forças dos EUA, após 20 anos de ocupação. Quando o Taleban capturou Cabul, cidadãos desesperados se aglomeraram no aeroporto para tentar escapar.

A Índia está ajudando seus cidadãos a saírem de um país devastado pela guerra. O primeiro-ministro Narendra Modi também deixou claro que seu país ajudaria hindus e sikhs do Afeganistão, bem como “amigos”.

Novas diretrizes emitidas pelo ministério no início deste mês dizem que o cartório não poderá emitir ordens de saída ou ‘aviso para deixar a Índia’ para qualquer cidadão afegão.

Um oficial sênior do Ministério do Interior disse: “Se alguém (ou seja, um cidadão afegão) quiser deixar o país, pode sair. Mas se algum FRRO emitir um aviso para deixar a Índia, esses casos serão encaminhados ao Ministério do Interior”.

Segundo ele, trata-se de um escudo adicional que lhes é fornecido. “Qualquer cidadão afegão que viva na Índia em qualquer categoria receberá este abrigo adicional”, acrescentou.

As diretrizes do ministério garantem que cidadãos afegãos que vivem na Índia com qualquer categoria de visto terão seus vistos prorrogados sem custo até novas ordens.

READ  Kissinger diz Trump, as políticas externas de Nixon são semelhantes, Biden alerta sobre o Irã

O Ministro do Interior já havia prorrogado o visto para todos os estrangeiros até 30 de setembro. “Todos os estrangeiros que ficaram presos na Índia desde o início da pandemia, seus vistos são estendidos gratuitamente”, disse outro funcionário.

De acordo com as diretrizes do Ministério Federal do Interior, após 30 de setembro, se esses cidadãos afegãos quiserem estudar, eles devem se inscrever no portal online do FRRO.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *