últimas notícias.

Coronavoucher, phishing e aplicativos falsos

Hoje: Caio & Henrique participam de live da dupla Jhonny e Rahony

Saque de auxílio emergencial começa a ser liberado hoje

Pesquisas buscam entender novo coronavírus e apontar formas de combate

Covid-19: Brasil adota uso de máscaras como política de saúde pública

Treinos de futebol voltarão em maio, diz primeiro-ministro da Itália

1/5
Please reload

Manchas na pela causadas por doenças: Como preveni-las?

As manchas na pele muitas vezes são sinais de exposição ao sol sem a devida proteção. Mas o aumento na produção de melanina por conta da luz solar não é a única razão para o surgimento delas. Algumas doenças podem estar associadas aos diferentes tipos de marcas na pele

 

Da Redação, Bem Mais Brasília 
Saúde | 29 de Março de 2020, 20h00

Imagem: Reprodução/Abril 

 

O melasma, vitiligo, psoríase, dermatites, acne e melanoma são algumas das doenças que podem marcar a pele. O dermatologista Alessandro Guedes afirma que cada uma tem causa e tratamentos específicos. “Algumas doenças, como o vitiligo, tem causas genéticas, por isso é recomendado em caso de manchas, procurar um dermatologista para fazer o diagnóstico da patologia e definir o melhor tipo de tratamento”, afirma.

 

Existem diferentes tipos de classificação. As melanoses são manchas senis, escuras, arredondadas que surgem com o passar dos anos. As sardas geralmente aparecem no rosto de peles mais claras  após a exposição ao sol. Já o melasma está associado à gestação e ao uso da pílula anticoncepcional e aparece nas maçãs do rosto, buço e testa após a exposição ao sol sem proteção. Existem também as manchas de acne: avermelhadas e que podem escurecer devido ao processo inflamatório.

 

A grande maioria das manchas que surgem são passíveis de clareamento após o tratamento, porém não há garantia de que serão eliminadas totalmente. A recomendação que o especialista dá e que serve para todos os casos é não fazer o uso de clareadores com receitas naturais por conta própria.

 

O uso diário e regular de filtro solar de alto fator de proteção deve ser um hábito para todos, não só para quem possui doença de pele. “Ficar exposto ao sol sem protetor solar além de causar manchas e deixar as marcas mais acentuadas, pode causar doenças mais graves como câncer de pele”, explica. O filtro solar deve ser reaplicado de quatro em quatro horas quando não há exposição ao sol e de duas em duas quando há. A proteção ajuda a pele a não ficar com manchas permanentes.

Please reload

comente.
recomendados para você.

Coronavoucher, phishing e aplicativos falsos

Hoje: Caio & Henrique participam de live da dupla Jhonny e Rahony

Saque de auxílio emergencial começa a ser liberado hoje

Pesquisas buscam entender novo coronavírus e apontar formas de combate

Covid-19: Brasil adota uso de máscaras como política de saúde pública

Treinos de futebol voltarão em maio, diz primeiro-ministro da Itália

1/1
Please reload

TERMOS DE US0

CONHEÇA

EXPEDIENTE 

ANUNCIE

APOIE

FALE COM O BMB 

OPINIÃO 

BMB TV