últimas notícias.

Caio & Henrique lançará EP no dia 18 de setembro

Nego Rainner faz show drive-in neste sábado, em Brasília

DF: Digital Influencer mirim arrecada donativos para comunidade carente

Show em formato drive-in terá como atração os Sertanejos Caio & Henrique

CNJ propõe regionalização e rodízio para juiz de garantias

Aneel dispõe de R$ 16,1 bi para ajudar distribuidoras na pandemia

1/5
Please reload

Excesso do uso de agrotóxicos é tema de exposição no Setor Comercial Sul

A exposição faz parte do Projeto Ecoar - Vozes da Terra, parceria de gastrônoma e fotógrafo para promover debate na sociedade

 

Da Redação, Bem Mais Brasília 
Entretenimento | 04 de Fev de 2020, 12h30

Foto: Divulgação 

 

A fotografia invadiu o Setor Comercial Sul (SCS). Com a proposta de debater a questão da alimentação saudável, o projeto Ecoar - Vozes da Terra ganhou as paredes do corredor central da quadra quatro. Imagens do egresso do curso de Fotografia do Centro Universitário IESB Lucas Orsini estão expostas em dez enormes lambes (pôsteres fixados com cola líquida). O projeto é fruto de uma parceria da ex-aluna de Gastronomia da mesma Instituição, a Chef Isabela Marconi, com Orsini. “Sentimos a necessidade de informar as pessoas para que elas repensem a educação e de despertar um cuidado maior das pessoas com o que elas comem”, explica o fotógrafo.

 

A parceria dos dois surgiu muito atrás, na época de escola, quando se conheceram e viraram amigos. Porém, a atuação em prol da alimentação saudável ganhou forma quando Isabela iniciou o projeto O Alimento Une, que consistia em pequenas oficinas de cozinha com alimentos orgânicos. Em parceria com agricultores familiares, Isabela começou a divulgar o trabalho que tomou uma proporção maior.

 

Para atingir mais pessoas, os ativistas resolveram apresentar o projeto ao Humanízate - núcleo de extensão do curso de Fotografia do IESB. Como no Centro Universitário objetivo é trabalhar projetos com causas sociais, a ideia amadureceu e tomou nova forma. “Lá, nós fomos desenvolvendo o que a gente ia fazer. A ideia é levar a arte, a fotografia para dentro da cidade, de forma acessível e de fácil acesso para as pessoas”, conta Lucas. Além dos lambes, o Humanízate também propôs a criação de folders informativos sobre agricultura familiar e alimentação orgânica. O Ecoar - Vozes da Terra acabou por se tornar o Trabalho de Conclusão de curso de Lucas.

 

 

Fotos: Divulgação 

 

Agrotóxicos

 

A preocupação dos responsáveis pelo projeto também gira em torno do uso de agrotóxicos na produção de alimentos. De acordo com informações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), até o início de outubro de 2019, o número total de registros de agrotóxicos liberados era de 382, maior nível da série histórica iniciada em 2005.

 

“A gente consome isso. Ao realizar o projeto, encontramos dados que são realmente alarmantes. Cada brasileiro, em média, ingeri cerca de sete litros de agrotóxico por ano. Isso é muito e o impacto na nossa saúde é muito grande”, reclama. Para Lucas, é importante falar sobre o assunto e oferecer alternativas. Para ele, a comida orgânica é uma boa opção. “É um produto de maior qualidade, sem substâncias tóxicas e que, além disso tudo, prejudica menos o meio ambiente, não contamina a água, por exemplo”, recomenda.

Please reload

comente.
recomendados para você.

Caio & Henrique lançará EP no dia 18 de setembro

Nego Rainner faz show drive-in neste sábado, em Brasília

DF: Digital Influencer mirim arrecada donativos para comunidade carente

Show em formato drive-in terá como atração os Sertanejos Caio & Henrique

CNJ propõe regionalização e rodízio para juiz de garantias

Aneel dispõe de R$ 16,1 bi para ajudar distribuidoras na pandemia

1/1
Please reload

TERMOS DE US0

CONHEÇA

EXPEDIENTE 

ANUNCIE

APOIE

FALE COM O BMB 

OPINIÃO 

BMB TV