últimas notícias.

Nego Rainner faz show drive-in neste sábado, em Brasília

DF: Digital Influencer mirim arrecada donativos para comunidade carente

Show em formato drive-in terá como atração os Sertanejos Caio & Henrique

CNJ propõe regionalização e rodízio para juiz de garantias

Aneel dispõe de R$ 16,1 bi para ajudar distribuidoras na pandemia

Governo publica edital para pavimentação da BR-319, no Amazonas

1/5
Please reload

Quatro hábitos que prejudicam a audição

Da Redação, Bem Mais Brasília
Saúde | 10 de Dez de 2019, 14h37

Foto: Reprodução 

 

As pessoas costumam reclamar que você fala alto demais? Tem aumentado frequentemente o volume da televisão para ouvir melhor? Ouve música com fone de ouvido e o som nas alturas? Alguns hábitos que fazem parte do seu dia a dia podem prejudicar mais a sua audição do que você imagina.

 

É muito comum realizar exames de vistas, como aqueles de enxergar as letrinhas no fundo do quadro para verificar a visão. Mas e para a sua audição? Você tem procurado o médico para descobrir se está tudo bem?

 

No Brasil, uma pesquisa revelou que os problemas de audição, de forma geral, são muito prevalentes e variam de acordo com faixa etária, atividade profissional e até mesmo questões socioeconômicas. “A perda auditiva pode ocorrer gradativamente ou de forma súbita. Por isso, vale lembrar que ao notar qualquer mudança na audição, você deve procurar o médico”, afirma a fonoaudióloga Ariane Gonçalves.

 

Se você não quer que isso aconteça ou se já tem uma dificuldade de audição e não quer que isso evolua, separamos alguns hábitos que afetam a audição, mas quase sempre passam despercebidos.

 

Quais são os hábitos devo evitar?

 

1. Usar fones de ouvido

 

Mesmo que não seja muito alto, utilizar os fones frequentemente pode atrapalhar sua audição com o tempo. “Vale lembrar que ouvir música, mesmo sem fone de ouvido, em um volume acima de 80 decibéis por mais de uma hora, pode ser extremamente prejudicial para a audição”, destaca Ariane.

 

2. Ver televisão com o volume alto

 

Preste atenção no volume da TV, principalmente quando você assiste em um ambiente fechado e diariamente. Essa recomendação também é válida para quem escuta rádio.

 

3. Fumar

 

“O fumo possui ligação direta com os problemas auditivos, já que o cigarro possui cerca de 5 mil substâncias tóxicas que atrapalham além da audição, o olfato e o paladar”, explica a fonoaudióloga.

 

4. Convívio frequente com barulho em excesso, seja em ambiente profissional (máquinas, festas)

 

Use protetores auriculares e faça acompanhamento com um médico pelo menos uma vez ao ano. Identificar alguma perda auditiva, mesmo que mínima, pode evitar que ela evolua.

 

Estes são apenas alguns hábitos. É importante cuidar e procurar acompanhamento médico ao notar qualquer mudança. Dores, incômodos ou somente o fato de não entender direito uma conversa, podem demonstrar muito sobre a audição.

Please reload

comente.
recomendados para você.

Nego Rainner faz show drive-in neste sábado, em Brasília

DF: Digital Influencer mirim arrecada donativos para comunidade carente

Show em formato drive-in terá como atração os Sertanejos Caio & Henrique

CNJ propõe regionalização e rodízio para juiz de garantias

Aneel dispõe de R$ 16,1 bi para ajudar distribuidoras na pandemia

Governo publica edital para pavimentação da BR-319, no Amazonas

1/1
Please reload

TERMOS DE US0

CONHEÇA

EXPEDIENTE 

ANUNCIE

APOIE

FALE COM O BMB 

OPINIÃO 

BMB TV