TERMOS DE US0

CONHEÇA

EXPEDIENTE 

ANUNCIE

APOIE

FALE COM O BMB 

OPINIÃO 

BMB TV

PARCEIROS:

Todos os direitos reservados.

últimas notícias.

Robôs: Eles já estão entre nós?

LOA prevê mais de 51 mil vagas para concursos públicos este ano

Como votaram os congressistas no primeiro ano do governo Bolsonaro?

Bora pra laje? JK Shopping promove evento de verão gratuito

Conheça a técnica capilar usada para renovar o visual da primeira-dama do DF

Cuidado com o peso da mochila do seu filho

1/5
Please reload

Melanoma: o câncer de pele mais agressivo

Da Redação, Bem Mais Brasília
Saúde | 07 de Nov de 2019, 09h00

Foto: Reprodução 

 

Há pouco mais de um mês o cantor português Roberto Leal morreu, em São Paulo. A causa: melanoma. Considerado o câncer de pele mais agressivo, ele representa 30% de todos os tumores malignos registrados no país, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde. Por ter a capacidade de invadir qualquer órgão, originando metástases, a doença é classificada como um dos tumores mais perigosos e de elevada mortalidade. 

 

São três os tipos mais comuns de câncer de pele: carcinomas, sarcomas e melanoma.  As pessoas que verificarem uma mudança de tamanho, formato ou de cor de uma pinta, deve procurar um médico. Para a avaliação dos sinais existe a “regra ABCD” – Assimetria (uma metade diferente da outra); bordas irregulares (contorno mal definido); cor variável (várias cores em uma mesma lesão) e diâmetro (sinais maiores que seis milímetros têm maiores chances de ser câncer de pele).

 

Segundo o dermatologista, Alessandro Guedes, o aumento do índice Ultravioleta e o uso de bronzeamentos artificiais são alguns dos fatores que vem contribuindo para o aumento de casos no Brasil. “Pessoas com pele clara, histórico familiar, olhos claros e excesso de pintas pelo corpo precisam ter atenção redobrada”, comenta. “Quanto mais precoce for a descoberta e tratamento, melhores são as chances de cura”, explica Alessandro.

 

Evitar exposição prolongada ao sol entre 10h e 16h, usar proteção adequada, como roupas, bonés ou chapéus de abas largas, óculos escuros com proteção UV, sombrinhas e barracas. Aplicar na pele, antes de se expor ao Sol, protetor solar com fator de proteção 30, no mínimo e usar filtro solar próprio para os lábios são algumas das formas de proteção.

Please reload

comente.
recomendados para você.

Robôs: Eles já estão entre nós?

LOA prevê mais de 51 mil vagas para concursos públicos este ano

Como votaram os congressistas no primeiro ano do governo Bolsonaro?

Bora pra laje? JK Shopping promove evento de verão gratuito

Conheça a técnica capilar usada para renovar o visual da primeira-dama do DF

Cuidado com o peso da mochila do seu filho

1/1
Please reload