TERMOS DE US0

CONHEÇA

EXPEDIENTE 

ANUNCIE

APOIE

FALE COM O BMB 

OPINIÃO 

BMB TV

PARCEIROS:

Todos os direitos reservados.

últimas notícias.

De Virada: Brasil vence México com gol nos acréscimos do 2º tempo

Polícia confirma suspeita de envenenamento em 4 mortes em Barueri

Vai-Vai abre Virada da Consciência em São Paulo

20 "coletes amarelos" são presos em Paris

Papa Francisco almoça com moradores de rua

Veneza está em alerta máximo com previsão de subida do nível das águas

1/5
Please reload

Mês de maio é dedicado a prevenção do câncer cerebral, décimo tipo mais frequente entre os brasileiros

Médica oncologista fala sobre a doença, causas, diagnóstico e possíveis tratamentos

 

Da Redação, Bem Mais Brasília 
Saúde | 07 de Maio de 2019 - 22:04h

 [Foto: Shutterstock]

 

Maio é o mês da prevenção e combate ao câncer de cérebro, tipo, que segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), deve atingir mais de 11 mil pessoas só neste ano. Ainda de acordo com a entidade, o câncer cerebral é o décimo mais comum entre os brasileiros, de ambos os sexos. Mas, a mortalidade entre as mulheres é maior, representando 4,5% dos óbitos por câncer (sétima posição). Enquanto os homens somam 4,3%. 

 

Francis de Oliveira, médica oncologista clínica da Aliança Instituto de Oncologia explica que a enfermidade apresenta sintomas muito comuns, como a dor de cabeça. De acordo com ela, os indícios aparecem de acordo com o crescimento do tumor, que pode comprimir e/ou infiltrar as estruturas ao redor. A médica pontua os mais específicos: convulsões, náuseas ou vômitos, alterações visuais, alterações cognitivas (compreensão e entendimento), alterações na fala, fraqueza ou dormência em algum membro, como o braço ou a perna, e ainda alterações no nível de consciência.

 

"É importante saber que a presença desses sintomas também pode estar associada à outra doença. Uma avaliação mais precisa do seu médico e da condição clínica do paciente irá determinar o diagnóstico bem como a análise sistemática dos exames", pondera.

 

Tipos da doença

 

A especialista acrescenta que o câncer de cérebro pode ser primário ou secundário. "Quando o câncer é originado das células do cérebro, o tumor é primário. Quando é originado de células tumorais de outro órgão que acomete o cérebro por disseminação hematogênica, o tumor é secundário", ressalta.

 

Segundo a médica este é o tipo mais comum, mais conhecido como metástase cerebral. "Os cânceres que mais metastizam são mama, pulmão, melanoma e rim", aponta.

 

Causas, diagnóstico e tratamento

 

Dra. Francis pontua que as causas do aparecimento do câncer de cérebro ainda são pouco conhecidas, porém, há alguns fatores de risco já reconhecidos e que não podem ser descartados. "A exposição à radioterapia local prolongada, exposições de categorias ocupacionais como trabalho em indústrias petroquímicas e lavradores, traumatismos, infecções virais (EBV) e síndromes hereditárias específicas (neurofibromatoses, Síndrome de Li-Fraumeni, Síndrome de Von Hippel-Lindau)", cita a médica.


De acordo com ela, existem estudos inconclusivos sobre a exposição à radiofrequência como telefonia móvel e outros meios de telecomunicações que podem contribuir para o risco de desenvolvimento de câncer cerebral. "O Câncer cerebral tem um tempo de crescimento variável, podendo ser avaliado em dias e até anos. E o diagnóstico precoce ajuda muito no tratamento", comenta.


A médica destaca que esse tipo de câncer é descoberto através da avaliação clínica/neurológica, realização de exames de imagem como tomografia computadorizada do crânio e ressonância magnética do crânio. "O diagnóstico definitivo é confirmado pelo patologista através do exame histopatológico (exame do material do tumor coletado pelo neurocirurgião) e exame de imuno-histoquímico", diz a Dra Francis.

Já o tratamento do câncer de cérebro pode ser realizado com cirurgia, radioterapia e quimioterapia. A recuperação pode variar de acordo de cada paciente e da situação em específico. O prognóstico varia consideravelmente de acordo com o tipo do tumor e da disseminação (infiltração local) no momento do diagnóstico e a sobrevida em cinco anos depende principalmente do tipo histológico.


"Sabe-se que o câncer em geral modifica muito a vida do paciente, principalmente quando acomete o cérebro, porque esta alteração com o físico na maioria das vezes o paciente fica dependente da família, além do emocional e social", finaliza.

Please reload

comente.
recomendados para você.

De Virada: Brasil vence México com gol nos acréscimos do 2º tempo

Polícia confirma suspeita de envenenamento em 4 mortes em Barueri

Vai-Vai abre Virada da Consciência em São Paulo

20 "coletes amarelos" são presos em Paris

Papa Francisco almoça com moradores de rua

Veneza está em alerta máximo com previsão de subida do nível das águas

1/1
Please reload