últimas notícias.

Sertanejos fazem live solidária contra o câncer infantojuvenil

O virtual está cada vez mais presente na nossa vida

OMS: mortes ligadas à covid-19 dispararam na Europa desde março

PGR se manifesta contra pedido para apreender celular de Bolsonaro

Ministro da Justiça pede ao STF suspensão de oitiva de Weintraub

PF investiga desvio de verbas na Prefeitura de Uberaba

1/5
Please reload

A Freira: terror e humor na medida certa!

Longa-metragem explora ataques demoníacos vivenciado por Freiras em um distante e assombrado convento na Romênia

 

Por Saturnino Júnior, do Bem Mais Brasília 
Coluna Cinegrafia | 15 de Setembro de 2018 às 10:00h

 [Foto: Divulgação]

 

O diretor, produtor e roteirista James Wan acertou em cheio ao dar continuidade a série de terror que atrai cada vez mais um número expressivo de pessoas aos cinemas. A primeira obra começou lá atrás com Invocação do Mal (2013), depois vieram Jogos Mortais, Sobrenatural, Annabelle e Annabelle 2. Sendo assim, a franquia resolveu prosseguir com a trama, a mesma freira que aterrorizou o público em “Invocação do Mal – 2” retorna neste mês de setembro as telonas com o novo longa A Freira, dirigido por Corin Hardy.

 

A história começa quando o jovem Frenchie (Jonas Bloquet) encontra uma Freira enforcada na frente de um convento medieval. Ao tomar conhecimento do ocorrido, o Vaticano envia o padre Burke (Bichir) para investigar o caso, que por sua vez, chama a noviça Irmã Irene (Taissa Farmiga) para ajudá-lo na missão. O trio vão se deparar com um ambiente hostil, tenebroso e demoníaco, onde freiras aparecem e desaparecem pelos corredores do lugar durante a noite. 

 

 [Foto: Divulgação]

 

O filme é assustador! Porém, possui uma dose equivalente de bom humor e diversão entre os personagens. Óbvio que diante de uma situação na qual se depara com o demônio Valak, cada qual pode encarar isso de uma maneira. Não tem o mesmo peso por exemplo, uma pessoa que não crer em tal realidade como Frenchie comparado ao padre exorcista Burke ou a Irmã Irene diante da própria fé. É notório, o medo e o tormento psicológico que os novos hóspedes do convento vão testemunhar nas madrugadas.

 

A trama é retrato das tentações, obsessões, opressões e possessões demoníacas sobre as pessoas. O plano do demônio é destruir a criação, não só instigando a morte física, mas principalmente, a morte espiritual, a perdição da alma. Dentro da perspectiva cristã católica, o padre Duarte Lara, exorcista da Diocese de Lamego em Portugal explica a existência de cinco conceitos no que se refere a atividade diabólica sobre a vida das pessoas. Veja:

 

 

Quando se trata do gênero terror, existem exigências desafiadoras que cabe ao diretor, não no que diz respeito em criar algo que tenha o objetivo de assustar, mas além disso, a necessidade de uma boa articulação dos personagens e harmonia entre as cenas. É imprescindível que a obra tenha um bom roteiro, bons atores/atrizes e as ferramentas necessárias (ambiente, cenário, figurino, conexão sobre os fatos, narrativa, trilha sonora etc) que promova a fluidez de maneira dinâmica e agradável ao espectador(a), caso contrário, o longa se torna exaustivo e enfadonho.

 

Mas não foi o que ocorreu em A Freira. O filme não decepcionou o público, que tem lotado as salas de cinema. A criatividade é uma característica existencial dentro do contexto apresentado e estabelecido no narrar dos fatos. Na minha opinião o diretor acertou em cheio ao criar um dinamismo interlocutivo dentro do conjunto geral da obra, mesmo se tratando de uma história fictícia. Aliás conseguiu tanto transmitir a mensagem central (lutas espirituais), quebrar conceitos criados segundo a visão de mundo e história de vida pessoal que temos a respeito das questões espirituais quanto nos fazer refletir sobre o valor que temos dado a nossa própria vida.

 

Sugiro a você como programa para o fim de semana. Aos que assistiram filmes de terror citados no início desta coluna certamente devem gostar do que vão vê pela frente.

 

O filme está em cartaz e a classificação indicativa é 16 anos. Até a próxima minha gente!!! Confira o trailer do filme:

 

Ficha técnica 

 

Direção: Corin Hardy

Produtoras: Atomic Monster Productions, New Line Cinema, The Safran Company

Distribuição: Warner Bros

Elenco:

  • Taissa Farmiga (Irmã Irene)

  • Bonnie Aarons (Irmã Victoria)

  • Demián Bichir (Pe. Burke)

  • Charlotte Hope (Irmã Oana)

  • Jonas Bloquet (Frenchie)

  • Mark Steger (The Duke)

  • Sandra Teles (Irmã Ruth)

  • Jared Morgan (Marquis)

  • Jonny Coyne (Gregoro)

Please reload

comente.
recomendados para você.

Sertanejos fazem live solidária contra o câncer infantojuvenil

O virtual está cada vez mais presente na nossa vida

OMS: mortes ligadas à covid-19 dispararam na Europa desde março

PGR se manifesta contra pedido para apreender celular de Bolsonaro

Ministro da Justiça pede ao STF suspensão de oitiva de Weintraub

PF investiga desvio de verbas na Prefeitura de Uberaba

1/1
Please reload

TERMOS DE US0

CONHEÇA

EXPEDIENTE 

ANUNCIE

APOIE

FALE COM O BMB 

OPINIÃO 

BMB TV