Ryanair mantém tarifas apesar do aumento do custo do combustível

A companhia aérea irlandesa Ryanair disse que está garantindo que as tarifas não aumentarão para os passageiros, apesar dos custos mais altos de combustível, destacando que a TAP adicionou sobretaxas.

“A Ryanair vai continuar a expandir-se em Portugal com a garantia de não sobretaxas de combustível durante o verão de 2022, em qualquer um dos seis aeroportos portugueses em Lisboa, Porto, Faro, Ponta Delgada, Terceira e Madeira, que vão abrir na próxima semana”, afirmou. Michael O’Leary. CEO da companhia aérea.

No comunicado de imprensa, a Ryanair voltou a atacar a TAP, que acusa de receber mais de 3 mil milhões de euros em ajudas governamentais dos contribuintes portugueses e de a encerrar no Aeroporto de Lisboa, acrescentando que a empresa “agora pune ainda mais os seus clientes com tarifas mais elevadas e sobretaxas de combustível”.

“Tendo recebido mais de 3 mil milhões de euros em ajudas governamentais dos contribuintes portugueses, é inaceitável que a TAP responda a esta generosidade reduzindo a capacidade, proibindo lugares não utilizados no Aeroporto de Lisboa, aumentando as passagens aéreas, e agora cobrando aos seus passageiros sobretaxas de combustível.” acusa Michael O’Leary, que considera este “mais um sinal do declínio da TAP em Portugal”.

O CEO da Ryanair aproveitou para lançar mais um apelo ao primeiro-ministro António Costa para libertar lugares não utilizados pela TAP este verão, o que permitirá à Ryanair trazer “mais visitantes a Lisboa e assim acelerar a recuperação do turismo pós-Covid em Lisboa, também como empregos para os jovens”.

Michael O’Leary conclui: “A nossa mensagem aos contribuintes portugueses é simples: Voe com a Ryanair, a companhia aérea portuguesa sem custos adicionais de combustível.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.