Reunião de emergência sobre jogadores estrangeiros

o lpfb A UEFA vai oferecer aos clubes das Ligas Um e Dois um conjunto de regras que visam mitigar o impacto da nova legislação sobre a imigração, em particular a extinção das manifestações de interesse, que considera “afectar gravemente a capacidade dos clubes de operar normalmente e limitar a transferência de jogadores”.

Assim que a legislação foi publicada, no dia 3 de junho, a PFA afirmou ter desenvolvido comunicações com “as diversas entidades com responsabilidades públicas nesta matéria, no sentido de manifestar preocupação com as consequências negativas desta alteração ao nível da rapidez de trazer jogadores do exterior, mas também fornecer. Solicitou soluções que, sem questionar os pressupostos preconizados pela nova lei, reduzissem o impacto mútuo neste setor e nos clubes.”

Neste contexto, na passada quinta-feira, os Vice-Ministros de Estado da Presidência do Conselho de Ministros e do Desporto reuniram-se com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, a Federação Líbia de Futebol e as federações de futebol, andebol, basquetebol, esqui e voleibol.

Nessa reunião, “o desporto exigiu o respeito pela sua privacidade e a liberdade de desenvolver as suas atividades, de forma ativa, em concorrência leal e sincera com outros intervenientes, incluindo os internacionais”, afirma a Associação Portuguesa de Clubes Profissionais, que considera que se a situação persiste, “prejudicaria gravemente “perigoso para a competitividade e os interesses dos clubes portugueses”.

No dia 3 de junho, o governo finalizou a Manifestação de Interesse na Regulamentação de Estrangeiros em Portugal, recurso legal que permitiu a normalização das operações para estrangeiros que chegam ao país com visto de turista.

Para regularizar a sua residência, o Executivo de Luís Montenegro pretende que os migrantes iniciem este processo nos consulados e embaixadas portuguesas antes de chegarem a Portugal.

READ  Meta boss Mark Zuckerberg ganha medalhas na primeira competição brasileira de jiu-jitsu

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *