Regulador brasileiro aprova venda da participação da Petrobras na Gazpetro

Uma foto do logotipo da petrolífera estatal brasileira Petrobras é vista em sua sede no Rio de Janeiro, Brasil, em 16 de outubro de 2019. (Reuters) / Sergio Moraes / Foto de arquivo

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

São Paulo (Reuters) – A agência antitruste do Brasil concordou nesta quarta-feira em vender uma participação de 51 por cento na petrolífera estatal Petrobras (PETR4.SA) sem restrições.

A Petrobras está vendendo a participação para a Compass, que é controlada pela empresa de energia Kosan (CSAN3.SA), por 2,03 bilhões de riais (US$ 394,15 milhões), segundo comunicado divulgado pela Compass quando o negócio foi anunciado em julho passado.

A japonesa Mitsui & Co. (8031.T) detém os 49% restantes da Gaspetro, uma holding que controla 18 distribuidoras de gás natural gasoduto.

A decisão da AIEA na quarta-feira veio por 4 votos a 3. Os três membros que votaram contra a venda buscaram a aprovação com restrições como a venda de 12 das 18 distribuidoras da Gaspetro.

Em março, o supervisor geral do regulador recomendou que o negócio fosse aprovado sem restrições, dizendo que “um cenário pós-acordo é melhor para o ambiente competitivo do que um cenário pré-acordo”.

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

(Relatório) por Rafaela Barros e Gabriel Araujo; Reportagem adicional de Peter Frontini. Edição por Leslie Adler

Nossos critérios: Princípios de Confiança da Thomson Reuters.

READ  O mercado de logística de terceiros (3PL) no Brasil crescerá 5,22 bilhões de dólares | Mais de 17.000 Relatório de Pesquisa Technavio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.