Protestos em massa armados da extrema direita em frente ao Supremo Tribunal Federal com tochas e máscaras – 06/01/2020 – Brasil

Um grupo de mascarados carregando tochas protestou na madrugada deste domingo (31) em frente ao Supremo Tribunal Federal.

A manifestação foi liderada pela líder de direita Sarah Winter, que atualmente está sob investigação por espalhar notícias falsas em um processo da Suprema Corte.

Ela é uma das lideranças dos chamados “Os 300 do Brasil”, grupo militante extremista de direita formado por partidários do presidente Jair Bolsonaro, que acampa em Brasília.

Com máscaras, roupas pretas e lâmpadas, o grupo, formado por algumas dezenas de pessoas, desceu do parque e, de acordo com as fotos que postaram nas redes, foram encaminhadas ao STF. Eles gritaram: “Viemos fazer a acusação e as Forças Especiais não vão nos calar.”

O desembargador Alexandre de Moraes, relator da investigação de notícias falsas, era seu objetivo principal: “Justiça covarde, queremos liberdade. Inconstitucional, Alexandre é imoral”.

Segundo Winter, o acampamento Os 300 do Brasil tem participantes armados. Ela disse, porém, que as armas são apenas para autodefesa. A constituição proíbe o porte de armas de fogo em manifestações.

Um dos objetivos do grupo é formar militantes dispostos a defender o governo Bolsonaro.

Traduzido por Kiratiana Freelon

Leia o artigo na língua original

READ  Resultados do 3T20: Telefônica Brasil SA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *