Produtor de ‘Senna’ Gullane adiciona Cao Hamburger e Sandra Kogut aos seus filmes

A gigante da produção brasileira Gullane, que produziu “Senna”, da Netflix, e “Motel Destino”, de Karim Aïnouz, no Festival de Cannes, firmou acordos de coprodução internacional para novos projetos dirigidos por Cao Hamburger (“O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias”) e Sandra Kogut (“Três Verões”).

“School Without Walls” de Hamburger será coproduzido pelo francês Playtime Group e pela portuguesa Ukbar Filmes. Uma empresa do Grupo Playtime também cuidará das vendas internacionais da verdadeira e inspiradora história de Braz Nogueira, diretor de uma escola pública em Heliópolis, uma das maiores favelas do Brasil.

Kogut dirigirá “New Cancun”, que ele co-escreveu e estrelará a atriz ganhadora do Sundance Award, Regina Casey. O filme une Golan à produtora regular de Kogut na França, Gloria Films. O lançamento está previsto para o primeiro trimestre de 2025.

No filme, Casey interpreta Mada, que nunca fala sobre a tragédia de sua família em um desastre ambiental. Quando foi selecionada para a campanha de Natal, a sua história cativou a nação, reacendendo a sua busca por justiça. Ao entrar no mundo de Nova Cancún, gigante do turismo na paisagem distinta e tensa do Brasil, Mada se reconecta com o passado e aspira encontrar um caminho melhor para seguir em frente.

Ambos os títulos também são coproduzidos no Brasil com a Globo Filmes, garantindo não apenas financiamento, mas também enorme força de marketing para o lançamento local dos títulos.

Em pós-produção estão o thriller de suspense “Acabou o Carnaval” (também conhecido como O Enforcado), dirigido por Fernando Coimbra, e o filme de animação “Arca de Noé”, dirigido por Sergio Machado, com as vozes de Rodrigo Santoro e Alice Braga. Inspirado na música de Vinicius de Moraes e Tom Jobim, o filme gira em torno de dois ratos sorrateiros na Arca de Noé.

READ  A descoberta do enorme celeiro que foi descoberto e fotografado por adolescentes invasores

“Carnival is Over” acompanha Regina e Valerio, que moram em uma vila na encosta e buscam se livrar da família criminosa Valerio após a morte de seu pai. As pressões financeiras e as obrigações familiares levam a uma decisão fatal, conduzindo a uma rota de fuga pretendida.

Liderada por Fabiano e Caio Golan, a empresa também está coproduzindo “Technically Sweet”, terceiro e último filme da trilogia “Escape from Civilization” do maestro italiano Michelangelo Antonioni, com a italiana Viva Film, que recentemente recebeu financiamento da italiana estado.

“Pedimos à sua viúva Enrica Antonioni que fosse produtora associada para ajudar a decidir sobre os atores, locações e revisões do roteiro”, disse Fabiano Gollan, de Cannes. Ele acrescentou que 70% do financiamento do filme está disponível.

O filme é dirigido por André Restem, filho do diretor de arte brasileiro Antonioni, e trata de um jornalista que sai de férias inesperadas, causando uma crise existencial. Relacionamentos complicados com uma garota misteriosa e um estudante de antropologia, estimulados pelos acontecimentos, o levam a uma aventura decisiva na Amazônia.

O anúncio de novos projetos na empresa de Golan – que já produziu filmes para a competição de Cannes, como “Carandeiro” e “Traidor”, de Marco Bellocchio – ocorre no momento em que o Congresso brasileiro discute uma participação de investimento em serviços de streaming no Brasil, como Netflix e Vídeo principal.

Dada a popularidade das empresas de streaming no Brasil, que é um dos maiores clientes da Netflix fora dos Estados Unidos em termos de assinaturas e receitas, esta medida pode significar um investimento adicional total de US$ 1 bilhão ou mais. O investimento terá como alvo produtores independentes, permitindo-lhes partilhar a propriedade intelectual.

READ  Incêndio destrói acervo de filmes brasileiros

No entanto, a aposta enfrenta forte oposição, não tanto das plataformas OTT, mas dos interesses conservadores no Brasil.

“Se essa medida for aprovada, a indústria cinematográfica e televisiva no Brasil atingirá um recorde histórico”, disse Fabiano Golan, um dos fundadores da empresa. diverso Em Cannes. “Gostaríamos de ter a capacidade de produzir projetos maiores e mais ambiciosos para o mercado internacional”, acrescentou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *