Privatização da Petrobras está fora de questão, diz ministro da Economia do Brasil

Pessoas caminham enquanto carros fazem fila em um posto de gasolina após o anúncio do aumento do preço do combustível na Petrobras, no Rio de Janeiro, Brasil, 11 de março de 2022. REUTERS/Pilar Olivares

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

PARIS (Reuters) – O ministro da Economia do Brasil, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira que a privatização da gigante do petróleo Petrobras não estava na agenda depois que o governo disse que nomearia um conselheiro favorável ao mercado como seu novo presidente-executivo.

Falando a repórteres durante visita a Paris, Guedes explicou várias privatizações planejadas, mas quando questionado sobre a empresa de energia, ele disse em entrevista coletiva em Paris: “Não está na mesa”.

O presidente brasileiro Jair Bolsonaro nomeou um conhecido consultor acadêmico e de energia para ser o próximo chefe da estatal petrolífera Petrobras, encerrando efetivamente o mandato do atual CEO Joaquim Silva e Luna menos de um ano após sua nomeação. Bolsonaro enfrenta eleições este ano. Consulte Mais informação

“Eu não acho que mudar o CEO desta empresa será um fator importante”, disse Geddes.

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

(Cobertura) Escrito por John Irish, Escrito por Dominic Vidalon, Edição por Tassilo Hamel e Aurora Ellis

Nossos critérios: Princípios de Confiança da Thomson Reuters.

READ  Roupas de treino Império de fitness comprar leggings

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.