Principais conclusões dos números da inflação do Brasil em maio

No início do ano, muitos economistas alertaram que as famílias de baixos rendimentos voltariam a sentir o impacto do aumento dos preços no consumidor em 2024, principalmente devido aos efeitos do El Niño na produção alimentar. Novos dados Ofertas Que esse fenômeno realmente ocorra.

O IPCA do Brasil, o principal indicador de inflação do país, subiu 0,46 por cento em maio – o segundo mês consecutivo de aumento – impulsionado principalmente pelos custos dos alimentos e da energia. Em 12 meses, o índice subiu 3,93%. Esta subida significa uma pausa temporária no processo de contração iniciado em 2023.

O resultado de maio é outra informação que reforça a postura pacífica do comitê de política monetária do banco central.

Mesmo antes da nova leitura da inflação, o Banco Itaú, o maior banco privado da América Latina, divulgou um relatório afirmando que já não via espaço para reduzir a taxa de juro de referência do país, que actualmente se situa em 10,5 por cento.

É um local remoto em comparação com a maioria dos agentes do mercado. Um inquérito semanal realizado pelo banco central mostra que as expectativas médias de taxas de juro no final do ano das empresas de investimento com elevada notação subiram de 9,75 para 10,25 por cento no mês passado. Os novos números provavelmente farão com que ela mude de ideia na próxima pesquisa.

No mês passado, os custos aumentaram em oito das nove categorias de produtos estudadas. Os preços dos alimentos e bebidas aumentaram 0,62 por cento em relação a abril.

Problemas das culturas de batata, incluindo áreas de cultivo em…

READ  Babcock International: e Marinha do Brasil assinam contrato de apoio ao NAM Atlético

Fabian Zeola Menezes

Fabian, ex-editor-chefe do LABS (Latin American Business Stories), tem mais de 15 anos de experiência em reportagens sobre negócios, finanças, inovação e cidades no Brasil. Este último recentemente a trouxe de volta à sala de aula e fez com que ela fizesse mestrado em Gestão Urbana pela PUCPR. Na TBR, você monitora a política econômica, as empresas revolucionárias e as pessoas que impulsionam a inovação na América Latina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *