Portugal estabeleceu a maior reserva marinha do Atlântico Norte

LISBOA, Portugal (AFP) – As autoridades regionais nas ilhas da Madeira, em Portugal, expandiram na segunda-feira uma área marinha protegida para criar o que disseram ser a maior reserva marinha totalmente protegida da Europa e do Atlântico Norte.

A reserva estende-se por 12 milhas náuticas à volta das Ilhas Selvagens, um pequeno arquipélago situado a meio caminho entre as ilhas da Madeira e as Ilhas Canárias, na costa noroeste de África. Cobre uma área total de 2.677 quilômetros quadrados (1.034 milhas quadradas).

Oceano Azul, uma das organizações que defendem a reserva, disse que todas as espécies dentro da reserva estarão totalmente protegidas da caça ou de outras atividades extrativas.

Seus pesquisadores uniram forças com a Waitt Foundation e National Geographic Pristine Seas para conduzir pesquisas científicas que apóiem ​​a necessidade de uma reserva. Em um comunicado, as três organizações afirmaram que as águas abertas ao redor das ilhas são uma rota vital para a realocação de peixes e mamíferos, enquanto as águas próximas à costa das ilhas fornecem importantes habitats de berçário.

O grupo sublinhou a importância da mudança de Portugal, já que apenas menos de 8% do oceano está atualmente protegido.

O presidente regional da Madeira, Miguel Albuquerque, disse em um comunicado que espera que a aprovação de segunda-feira “inspire” outros a tomarem “ações semelhantes para conservar nossos oceanos”.

READ  João marques franco projeta uma casa no alto de uma árvore no norte de Portugal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.