Portugal enfrenta a pior seca de sempre

Lisboa: Portugal vive a sua pior seca, uma vez que 67,9 por cento das suas terras sofreram uma seca severa, 28,4 por cento numa seca severa e 3,7 por cento numa seca moderada em Junho, disse o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O instituto acrescentou que este é o ano mais seco desde o início do registro de secas no país, que começou em 1931.

A seca em Portugal começou a intensificar-se há cerca de um ano, e mesmo no inverno, toda a região continental do país sofria de seca severa, segundo o IPMA.

A agência de notícias chinesa Xinhua informou que cinco regiões portuguesas estavam em alerta “laranja”, a segunda região mais perigosa em uma escala de três regiões, a partir de 1º de agosto, devido ao aumento contínuo das temperaturas.

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), emitiu no sábado um alerta para os perigos de incêndios devido aos baixos níveis de humidade.

Para garantir o consumo humano de água, o governo português adotou medidas para controlar e reduzir o uso de água para geração de energia e irrigação. O governo também decidiu aumentar o acúmulo de água em reservatórios e barragens e aprimorar técnicas precisas de economia de água na irrigação.

– Jans

READ  Número recorde de alunos - notícias de Portugal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.