Petrobras vende seus ativos em águas profundas para a BW Energy por US $ 75 milhões

Uma foto do logotipo da petrolífera estatal brasileira Petrobras é vista em sua sede no Rio de Janeiro, Brasil, em 16 de outubro de 2019. (Reuters) / Sergio Moraes / Foto de arquivo

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

São Paulo (Reuters) – A administração da petrolífera brasileira Petrobras (PETR4.SA) concordou nesta quinta-feira em vender toda a sua participação nos campos de petróleo em águas profundas de Gulfinho e Camarubim por 75 milhões de dólares para a norueguesa BW Energy Ltd. ol).

A venda faz parte da estratégia da Petrobras de liquidar ativos e focar em operações mais rentáveis. Localizado na costa do estado do Espírito Santo, no sudeste brasileiro, Golfinho produziu uma média de 8.600 barris de petróleo e 90.000 metros cúbicos de gás por dia este ano.

A empresa estatal disse em um documento de valores mobiliários que, do total de vendas, US$ 15 milhões serão pagos quando o negócio for fechado, e até US$ 60 milhões seguirão, dependendo dos preços do petróleo bruto e do desenvolvimento de ativos.

A Reuters noticiou pela primeira vez no ano passado que a BW Energy havia apresentado uma oferta vinculante para os campos de petróleo offshore da Petrobras Golfinho, apresentando uma oferta ao lado da DBO Energy, uma empresa brasileira.

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

(Reportagem de Peter Frontini e Carolina Polis) Edição de Muralikumar Anantharaman e Kenneth Maxwell

Nossos critérios: Princípios de Confiança da Thomson Reuters.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.