Penas da estreia do filme egípcio no Brasil

(MENAFN – Agência Brasileira de Notícias Árabes (ANBA))

São Paulo – O filme egípcio Penas (2021, 112 min) estreia nesta quinta-feira (23) nos cinemas de São Paulo, Rio de Janeiro, Niterói e Brasília. O egípcio Omar Al-Zuhairi dirigiu a comédia dramática e co-escreveu o roteiro com Ahmed Amer.

O filme conta a história de uma família do Egito. Quando um truque de mágica dá errado em uma festa de aniversário infantil, o pai de confiança da família se transforma em uma galinha. Uma transformação misteriosa leva a família a uma aventura tragicamente engraçada de autodescoberta para sobreviver sem o patriarca.

É uma história que se concentra nos humanos, seres que, sem procurá-los conscientemente, são levados a entender quem eles realmente são. (…) Meu filme fala sobre como se comunicar melhor com os outros”, disse o diretor em um comunicado. Este é o primeiro longa-metragem de Al-Zuhairi, acrescentando que ele decidiu recorrer à fantasia e ao absurdo porque encontrou a realidade tedioso.

O pai da família se transforma em uma galinha

E por que uma galinha? O realizador escolheu este animal para transformação porque “é muito frágil, e transformar um homem, uma figura paterna de confiança, neste pássaro, é muito engraçado (…) e depois a galinha é relativamente passiva”, disse.

Todos os atores proeminentes do filme são de uma vila no sul do Egito. Eles foram percebidos pelo gerente na rua ou ao procurar sites. Al-Zuhairi queria inventar algo completamente novo, com pessoas que não tinham experiência em comédia. Ele não lhes deu um roteiro, não teve ensaios e não deu nenhuma indicação de como se apresentar no set.

“Eu queria a realidade deles. Eu os colocava na frente da câmera e os deixava dizer o que eles queriam dizer. Dei a eles uma ideia geral da cena que estávamos filmando, de uma forma muito simples”, disse ele.

READ  A queima da cana-de-açúcar polui comunidades negras na Flórida. O Brasil mostra que existe outro jeito. - ProPublica

The Feathers estreou no Festival de Cinema de Cannes de 2021, onde ganhou o Grande Prêmio da Semana da Crítica. As penas são uma produção conjunta entre França, Egito, Holanda e Grécia.

Omar Al-Zuhairi nasceu no Cairo, Egito, em 1988. Estudou direção cinematográfica no Instituto Superior do Cairo e trabalhou como assistente de longas-metragens egípcios. Seus curtas-metragens incluem Breathe Out (2011) e The Aftermath of the Opening of the Public Toilet at Kilometer 375 (2014), exibido em Cannes.

Em São Paulo, o filme será exibido na Reserva Cultural a partir de amanhã (23) às 13h40, 16h10 e 18h40, com legendas em português brasileiro. Para mais informações, visite o site da Imovision, distribuidora de filmes no Brasil.

Assista ao trailer abaixo:

papel de arte

penas
Filme de Omar Al-Zuhairi
112 minutos
2021
Drama e comédia
Texto de Ahmed Amer e Omar Al-Zuhairi

Traduzido por Gilherme Miranda

fornecedor fornecido

Após a estreia de Penas no Brasil, o filme egípcio estreou na Agência de Notícias Brasil-rabe.

MENAFN22062022000213011057ID1104418051


Contrato: A MENAFN fornece as informações “como estão” sem garantia de qualquer tipo. Não temos responsabilidade ou obrigação pela precisão das informações neste artigo, conteúdo, imagens, vídeos, licenças ou integridade, legalidade ou confiabilidade das informações neste artigo. Se você tiver alguma reclamação de direitos autorais ou problemas relacionados a este artigo, entre em contato com seu provedor de serviços acima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.