Os vencedores da Maratona de Lisboa estão de volta!

Andolalm Pillai Shiferao da Etiópia e Seychelles Dalsa, vencedores de 2019, regressam a Portugal para competir na oitava edição da Maratona de Lisboa.

Depois da pausa em 2020, devido à pandemia de Covid-19, a Maratona de Lisboa, Meia Maratona e Mini Maratona regressam ao calendário nacional e internacional, no dia 17 de outubro, e contará com a participação de alguns dos melhores atletas de diferentes disciplinas , em um evento que acontecerá com algumas restrições, como o número limitado de 11.500 participantes.

“Faltam poucos dias para o encontro. Um encontro não é fácil, porque ainda não temos a abertura de espírito que existe nos países nórdicos”, disse Carlos Moya, apresentando o evento, referindo-se às dificuldades e limitações na organização de competições , esperando, porém, “meia Uma grande maratona e uma grande maratona”, considerada “uma das mais belas do mundo”.

Andulalem Belay Shiferaw, tempo 2: 06h00, é o recordista da Maratona de Lisboa, que terá início às 8h00 em Cascais, passa pelo concelho de Oeiras, junto às margens do rio, e termina na Praça do Comércio, em Lisboa.

No feminino, além de Sechale Dalasa, os destaques serão as quenianas Agnes Jeruto Barsosio (2:25), Jane Gilagat Siuri e Alice Chirono Lagat e Zervi Limeneh Tesema, da Etiópia, todas com menos de duas vezes: 26, e Katia Santos, a única representante nacional entre os atletas do Quênia, Etiópia, Uganda, Eritreia e Marrocos.

A 21ª edição da Meia Maratona, com início às 10h30 na Ponte Vasco da Gama e final na Praça do Comércio, decorrerá em simultâneo com a Mini Maratona, ao longo de oito quilómetros, e trará a Portugal três atletas masculinos com tempos por minuto 59, os quenianos Shadrack Kimining, Isaac Kipsan-Temoy e Ronser Kipcurer Konga.

READ  Diretor de impeachment de Trump que garantiu que as eleições nos EUA são seguras | Eleições dos EUA 2020

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *