O presidente interino da Confederação Brasileira apóia a Copa do Mundo a cada dois anos

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) apoiou temporariamente a Copa do Mundo bienal, com o presidente interino expressando apoio a um projeto contestado pela Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL). Rodriguez deve voar para o Paraguai nesta semana para se encontrar com o presidente da CONMEBOL, Alejandro Dominguez, onde discutirão a ideia proposta pela FIFA.

“Gostei muito do que ouvi na reunião da FIFA da qual participei”, disse Edinaldo Rodriguez, segundo nota divulgada pelo site globoesporte. “Esta oportunidade também vai criar mais competições juvenis, valorizar a Copa América, que será um torneio de qualificação, e também vai gerar mais recursos financeiros”.

“Vou examinar isso mais profundamente. Quero ouvir a CONMEBOL antes de tomar uma decisão.” A CONMEBOL, organização formada por 10 nações sul-americanas, incluindo os ex-vencedores da Copa do Mundo, Brasil, Argentina e Uruguai, disse que não apoiaria a iniciativa do presidente da FIFA, Gianni Infantino.

A Confederação Sul-Americana de Futebol disse em setembro que uma Copa do Mundo bienal era altamente insustentável e representaria um “fardo virtualmente impossível” no calendário do futebol internacional. A FIFA argumentou que a Copa do Mundo a cada dois anos aumentaria as chances dos países de disputar o torneio e que um processo de qualificação simplificado, com menos paradas internacionais, reduziria as viagens dos jogadores.

Mas a CONMEBOL e a UEFA acreditam que isso colocaria uma pressão indevida sobre os jogadores e reduziria o valor do maior torneio do mundo. E Aleksander Ceferin, presidente da Federação Europeia de Futebol (UEFA), alertou Infantino sobre as “graves consequências” de tal medida. A FIFA deve sediar uma cúpula global de todas as suas 211 associações-membro em 20 de dezembro, e fontes indicaram que pode realizar uma votação sobre o assunto.

READ  Amostra: LDU Quito x LDU Quito Sindicato

Rodriguez assumiu como presidente interino da Confederação Brasileira de Futebol em agosto.

(Esta história não foi editada pela equipe Devdiscourse e é gerada automaticamente a partir de um feed compartilhado.)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *